J&F contrata empresa de advogados nos EUA e nega contrato com bancos brasileiros para vender ativos

A J&F Investimentos, controladora do grupo JBS, confirmou por meio de nota enviada à imprensa na noite desta terça-feira (23) que contratou o escritório Trench, Rossi e Watanabe nos Estados Unidos, em meio ao escândalo sobre distribuição de propinas para políticos brasileiros. O jornal O Globo noticiou em reportagem em 17 de maio que a J&F havia contratado esse escritório para negociar um acordo de leniência com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, após executivos do grupo terem fechado uma delação premiada no Brasil que revelou o esquema de propinas e gravação de conversa com o presidente Michel Temer sobre o tema.

Na terça-feira (23) à noite, a J&F ainda negou que tenha contratado o Bradesco BBI ou outro banco para vender ativos, em resposta à notícia divulgada pela Reuters na terça-feira (23). “A J&F Investimentos informa que não é verdadeiro o relato de que contratou o Bradesco BBI ou qualquer outro banco para a venda de ativos”, informou a empresa.

Continue lendo “J&F contrata empresa de advogados nos EUA e nega contrato com bancos brasileiros para vender ativos”

No Dia Nacional do café, setor comemora bons números em termos de negócios

O café é a segunda bebida mais consumida no mundo.

Nesta quarta-feira (24) é comemorado o Dia Nacional do Café. A bebida que pode ser tomada pura ou na forma de pingado com leite, coado, filtrado, tirado de uma máquina de ‘espresso’, em cápsula, adoçado ou não, combinado com outros ingredientes, cappuccinos, com ou sem creme; não importa qual a receita ou forma de preparo, o fato é que o café está presente no dia a dia dos brasileiros e apresenta bons números em termos de negócios. Afinal não é para menos, já que o café é a segunda bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água. Só para se ter uma ideia, de acordo com os últimos dados da Associação Brasileira da Indústria de Café, o consumo per capita anual no Brasil é de 4,9 quilos de café torrado e moído, o que equivale a 81 litros por habitante/ano. O consumo per capita se aproxima ao da Alemanha (5,86 kg/habitantes/ano) e já supera os índices da Itália e da França, que são grandes consumidores de café. Mas os campeões nesse quesito, ainda são os países nórdicos, como a Finlândia, Noruega e Dinamarca – com um volume próximo dos 13 quilos por habitante/ano.
Cultivado há 290 anos em terras brasileiras, o café é negócio para produtores, industriais, exportadores, cooperativas, varejo e mais recentemente vem sendo bastante procurado para franquias de cafeterias. Os preços de uma franquia variam de R$ 90 mil a R$ 350 mil. Outro destaque do mercado brasileiro de café nestes últimos anos são as lojas virtuais. Com elas, consumidores de todos os cantos do Brasil podem adquirir cafés de alta qualidade, de origens brasileira e estrangeira bem como máquinas e acessórios ou equipamentos para preparo de cafés filtrados e ‘espressos’.

Continue lendo “No Dia Nacional do café, setor comemora bons números em termos de negócios”

Importação de lácteos é a menor nos últimos 13 meses

O ritmo de queda das importações foi o destaque de abril para o setor lácteo brasileiro. A análise é da Associação Brasileira de Laticínios – Viva Lácteos. “O total dispendido com as compras externas em abril, US$ 47 milhões, é o menor valor dos últimos 13 meses. Com isso, a tendência de recuo nas aquisições permanece. Esse cenário revela o registro de, praticamente, um semestre de reduções consecutivas com os dispêndios no exterior”, destaca Marcelo Martins, diretor executivo da Viva Lácteos. Segundo Martins, um termômetro deste fato é a importação de leite em pó. Em abril o montante vindo de outros países (9 mil toneladas) foi a menor quantidade internalizada dos últimos 14 meses, ou seja, fevereiro de 2016.

O saldo da balança comercial neste ano é deficitário em US$ 167,1 milhões, apesar de o faturamento ter apresentado resultado 10% melhor em relação ao mesmo período de 2016 (US$ 44 milhões em vendas em 2017, contra US$ 40 no ano anterior).

Continue lendo “Importação de lácteos é a menor nos últimos 13 meses”

Arquitetura pode ser determinante para a competitividade no varejo

O projeto de iluminação que impulsionou as vendas de uma panificadora; o estacionamento que fez saltar o faturamento de uma empresa; projetos que impactam no fortalecimento de marcas e vendas; e como pequenos e médios varejistas podem adaptar seus espaços a tendências de consumo (a exemplo do que já fazem os shopping centers). Essa é uma lista de casos de sucesso alcançados por empresas de varejo a partir de projetos arquitetônicos. Eles serão apresentados a empresários no dia 13 de junho, a partir das 8 horas, durante o encontro “Como a arquitetura pode alavancar o seu negócio”, na Associação Comercial do Paraná (ACP), em Curitiba.

Promovido pela plataforma ARQTTO, o evento é gratuito e aberto ao público – basta se inscrever pelo email escoladecomercio@acp.org.br. A apresentação contará com a participação dos profissionais Manuel Dória, Juliana Lahóz, Keiro Yamawaki, Pedro Sunye e Lucas Issey, além do gestor da ARQTTO, Marcus Andreoli. “Nosso objetivo é mostrar que a função da arquitetura vai além do resultado estético. Ter um profissional desse segmento para a concepção ou revitalização do negócio é tão estratégico quanto ter bons vendedores, bons contadores e bons gerentes”, explica Andreoli.

Continue lendo “Arquitetura pode ser determinante para a competitividade no varejo”

Empresa de telecomunicações e tecnologia inova no atendimento sem call center

O atendimento impessoal ao cliente é uma das maiores insatisfações no mercado corporativo. O call center é um recurso utilizado pela maioria das empresas de telefonia e telecomunicações para suportar ao volume de contatos, decorrente da venda desenfreada de serviços e produtos ao mercado. Na contramão dessa lógica, a Horizons Telecom, fundada pelo empresário Haroldo Jacobovicz, investe pesado no atendimento diferenciado e exclusivo nas cidades de Curitiba/PR, Barueri/SP, Mauá/SP, Osasco/SP e São José dos Campos/SP. Dentre os serviços ofertados pela Horizons, estão: Internet Dedicada (Fibra Connect), Telefonia (Fibra Call), Gerenciamento de Rede (VPN) e Rede Wifi (B-Wifi).

Desde o primeiro contato comercial, uma equipe própria composta por técnicos especializados em telecomunicações e tecnologia da informação participam da construção do projeto junto ao cliente. Esta mesma equipe é a responsável pela instalação dos equipamentos. “Uma vez instalado, temos uma área de atendimento CRM que se relaciona direto com os clientes e possuímos um Centro de Gerência de Rede (NOC) que opera 24 horas por dia, 7 dias por semana. A rede e todos os equipamentos, inclusive o terminal óptico, são gerenciados pelo NOC, ou seja, possuímos a gestão e o controle de todos os elementos da rede”, explica Ricardo Montanher, diretor de vendas da Horizons. Para ele, um dos pontos fracos do varejo é crescer e abrir mão da qualidade do serviço e do atendimento, “nosso diferencial é que o cliente sabe com quem está falando”, complementa.

Continue lendo “Empresa de telecomunicações e tecnologia inova no atendimento sem call center”