You are here
Home > Sem categoria > Lactec faz estudos para aumentar potência de hidrelétrica angolana

Lactec faz estudos para aumentar potência de hidrelétrica angolana

Pesquisadores e profissionais da Divisão de Hidráulica do Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec) estão construindo, em Curitiba, um modelo reduzido da Usina Hidrelétrica de Cambambe, situada a 180 km a leste de Luanda (Angola), capital do país africano. O trabalho é desenvolvido no Centro de Hidráulica e Hidrologia Professor Parigot de Souza (Cehpar), unidade laboratorial do Lactec.

A contratação do Instituto ocorreu por meio da empresa Engevix Angola Engenharia Ldta, com sede em Luanda, e prevê a construção de um modelo em escala reduzida (1:70 – 70 vezes menor) da hidrelétrica. O objetivo é estudar o desempenho do vertedouro (descarregador de cheias), cuja capacidade máxima é 11.000 m³ por segundo – vazão máxima semelhante á  do vertedouro da Usina Hidrelétrica de Foz do Areia, localizada entre os municípios de Bituruna e Pinhão, no Paraná.

Segundo explica o diretor superintendente do Lactec, Luiz Malucelli Neto, os modelos físicos reduzidos são poderosos instrumentos para o desenvolvimento de projetos de estruturas hidráulicas. Os resultados dos testes desenvolvidos no Lactec serão transpostos para a obra e todas as medições feitas por nossos técnicos servirão para evitar eventuais riscos no vertedouro e trazer economia á  obra angolana.

A barragem da Usina de Cambambe foi planejada inicialmente para ser construída até a cota de 85 metros, mas foi interrompida em 55 metros. Assim, a potência disponível atual está limitada a 180 MW (megawatts). Com as obras de elevação da barragem e a construção de um novo vertedouro, a usina africana poderá aumentar a sua capacidade máxima até 260 MW.

O Lactec – Cehpar realiza vários trabalhos no exterior, tendo feito ensaios para obras no Equador – Usina Hidrelétrica de Paute Mazar, Iraque – Estação de Bombeamento Tigris-Euphrates, Malásia – Usina Hidrelétrica de Bakun, e República Dominicana – Usinas Hidrelétricas de Monción, Palomino (em estudo) e Sabaneta. Atualmente, também está em estudo o sistema de refrigeração da Usina Nuclear Angra dos Reis. Este trabalho visa preparar e adaptar o sistema de refrigeração para o início de operação da terceira unidade geradora (Angra 3) da usina.
 

Deixe uma resposta

Top