You are here
Home > Sem categoria > Sebraetec ajuda empresas do litoral a investirem em inovação

Sebraetec ajuda empresas do litoral a investirem em inovação

Micro e pequenas empresas do litoral paranaense, que estejam interessadas em aumentar sua competitividade, já podem buscar o apoio do Sebrae/PR para investir em inovação. O Programa Sebraetec facilita o acesso a soluções personalizadas para auxiliar empresas a melhorarem seus processos, produtos ou serviços, garantindo o acesso subsidiado a serviços tecnológicos e de inovação.

De acordo com o consultor do Sebrae/PR, Gilberto Keserle, a intenção da entidade é de promover o acesso do pequeno negócio a consultorias, mão de obra especializada e acompanhamento em inovação. “Se o empresário percebe que precisa melhorar em algum aspecto, o Sebraetec é a ferramenta ideal para levar a inovação para dentro da empresa. Se o projeto se enquadrar dentro das linhas de atuação do Programa, o Sebrae/PR ajuda a custear de 50% a 60% do valor de elaboração do projeto”, argumenta Gilberto.

Essa ajuda vai desde consultorias para identificar as principais necessidades e prioridades da empresa, acompanhamento para assegurar os melhores resultados e minimizar os riscos, e até auxílio na melhor escolha para os investimentos em tecnologia e inovação. O Sebraetec atua em sete áreas distintas, como design, produtividade, propriedade intelectual, qualidade inovação, sustentabilidade e serviços digitais.

“As empresas do Litoral, principalmente aquelas com foco no comércio varejista, na prestação de serviços e no turismo, podem investir em projetos de revitalização de fachadas e layout de loja, em boas práticas de manipulação de alimentos para restaurantes, ou programas de sustentabilidade ambiental, redução de desperdícios ou uso de energias alternativas”, explica o consultor.

Foi o que fez a empresária Fernanda Sgarboza, proprietária da loja Fernanda Modas, em Paranaguá. Há mais de 15 anos no mercado da moda e há dez com uma loja física, ela percebeu que era o momento de buscar melhorias de gestão e novos atrativos para seus clientes. Fernanda foi até o escritório do Sebrae/PR para melhorar a gestão de sua empresa e, com a ajuda do Sebraetec, está finalizando o desenvolvimento do novo layout da loja.

“O projeto contempla a mudança nos móveis e na disposição dos produtos. Também mudaremos a fachada da loja e reformulamos nossa logomarca”, conta. Segundo Fernanda, o projeto de design é bem grande e vai necessitar algumas mudanças estruturais no ponto comercial. “A previsão é dar início à reforma em 2017 e não vejo a hora de colocar em prática tudo o que já foi planejado. Os clientes vão gostar das novidades”, projeta.

Outro empresário que está reestruturando sua atuação comercial via Sebraetec é Rodrigo João Serafim, proprietário da Maria Luiza Beach Wear. Com lojas no Paraná e Santa Catarina, ele está executando a expansão da área comercial de sua empresa e pretende distribuir seus produtos para todo o Brasil. “Com a ajuda do Sebraetec, desenvolvemos uma nova coleção de moda praia, pensando desde as estampas, modelagens, até a ficha técnica dos produtos. Agora, com a coleção pronta, estamos trabalhando a parte de representação comercial da marca, com o mapeamento das regiões de atuação”, testemunha.

O próximo passo, também com a orientação e subsídios do Sebraetec, será a obtenção da Certificação de Fornecedores da Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTex), além do desenvolvimento de uma nova fachada, reestruturação do interior das lojas e novas embalagens. “Isso tudo não seria possível sem o Sebraetec, pois consultorias individuais e específicas são muito caras. O Sebrae tem um papel fundamental na nossa empresa, pois nos auxilia tanto na indicação do especialista na área, quanto no custeio de parte dessas ações. Estamos cada vez mais profissionais no que fazemos”, comemora Rodrigo.

Para o consultor Gilberto Keserle, esse é o momento oportuno para as empresas adequarem os processos internos de gestão, produtividade e inovação, uma vez que a expectativa é a de melhora no cenário econômico em um futuro próximo. “Agora é o momento certo de investir nas melhorias internas em busca de qualidade, mais eficiência nos serviços e atendimento, com a ajuda do Sebraetec. As empresas que procurarem se adequar à realidade do mercado hoje, podem aproveitar melhor as oportunidades quando a economia reagir”, destaca o consultor do Sebrae/PR.

Mais informações sobre o Programa Sebraetec 2016 estão disponíveis para consulta no site do Sebrae/PR [http://sites.pr.sebrae.com.br/sebraetec/]. Os empresários interessados em participar do Programa podem agendar uma orientação empresarial diretamente no escritório do Sebrae/PR em Paranaguá, na rua Gabriel de Lara, 1098 – Leblon, ou pelo telefone (41) 3426-2900.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top