Grupo Conversas Entre Mulheres reúne profissionais para discutir o Plano B de suas carreiras e negócios

Mulheres que querem adotar um Plano B em suas carreiras.

Em períodos de crise, com o desemprego em alta, ter um plano B pode ser uma boa opção. Mas tem muito profissional bem empregado, porém descontente com a sua carreira e com a rotina do dia a dia e está disposto a adotar um Plano B para dar uma virada de 180 graus em sua vida. Estes foram alguns dos motivos que levaram cinco executivas de Curitiba, que tinham carreiras bem-sucedidas, mas sentiam a necessidade de se reinventar, a criar o grupo Conversas entre Mulheres, que já há quase dois anos se reúne a cada dois meses e tem como mote “escolhas conscientes para resultados espetaculares”.

Eu conversei com a Izabella Brain, que é uma das criadoras do grupo. Ela me contou que deixou para trás uma carreira de 20 anos como advogada, quando percebeu que o mundo onde vivia era um sistema que não funcionava de acordo com o que tinha estudado e então decidiu mudar completamente o seu rumo profissional, colocando em prática o seu Plano B. Izabella se associou a Andreia Xavier, que também ajudou a criar o Conversas entre Mulheres e trocou o mundo do Direito por uma nova carreira na área de consultoria de estilo e imagem e hoje está muito feliz.  Izabella adverte que a troca por um Plano B muitas vezes resulta, no início, na diminuição de rendimentos. Por isso, antes é fundamental fazer um bom planejamento e diminuir as despesas.

O grupo Conversas entre Mulheres cativou dezenas de mulheres com sua proposta de oferecer conteúdo com descontração, sempre por meio de uma atitude acolhedora, resgatando os valores e interesses femininos. A ideia é promover bate-papos criativos e produtivos tendo sempre como ponto de partida um assunto de domínio de uma integrante. Martine Jadoul fala de coaching e programação neurolinguística, Gabriela Paiva fala de consultoria de marketing digital, a área da Renata Vidal é gastronomia e Andreia Xavier e Izabella Brain palestram sobre consultoria de estilo e imagem. Os encontros são itinerantes, realizados com inscrição prévia e duram entre 3 a 4 horas.

Além do sentimento de pertencimento e o cultivo da autoestima feminina, o Conversas entre Mulheres tem como propósito levar informação de qualidade para que as participantes possam usar em suas vidas pessoais e profissionais. De acordo com Martine Jadoul, um dos valores do grupo é fazer a roda da fortuna girar, ou seja, todas as informações são compartilhadas.

A próxima reunião do Grupo será nos dias 24 e 25 de junho, como parte da edição II do Mercado da Vila Getúlio, na Avenida Getúlio Vargas, 937. E no dia 28 o encontro acontecerá na loja Camicado do Pátio Batel. O evento é gratuito, porém é necessário fazer inscrição prévia no site conversasentremulheres.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *