Armazenagem em área primária reduz em até 30% custos operacionais do exportador TCP

Juarez Moraes e Silva: “Sem o envolvimento de terceiros na operação, foi possível reduzir o ciclo operacional em até sete dias”.

A solução logística de armazenagem em área primária oferecida pela TCP – empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, tem se tornado um diferencial competitivo para o exportador que utiliza o Porto de Paranaguá. Utilizado principalmente por exportadores de açúcar e madeira, a solução vem permitindo uma redução média de 30% nos custos logísticos para os clientes, já que elimina etapas de armazenagem e transporte de carga em área secundária.

“Essa economia é possível porque a carga que chega a Paranaguá não precisa ser transferida para os armazéns retroportuários para serem estufadas e armazenadas, o que elimina custos com os deslocamentos entre a área secundária e o Terminal. Com a solução oferecida pela TCP, a carga é estufada, vistoriada e armazenada em um mesmo local, na área primária do Porto”, explica Juarez Moraes e Silva, diretor Superintendente e Comercial da TCP.

A redução nos custos logísticos beneficia, principalmente, empresas que operam com produtos de baixo valor agregado. “Com isso, estamos atraindo carga de outros estados, dentre as quais de as usinas no interior de São Paulo. Para o exportador, é vantagem vir até Paranaguá porque seu produto se torna mais competitivo para o mercado”, enfatiza.
A armazenagem em área primária também possibilita a liberação mais rápida das cargas diariamente órgãos intervenientes como Ministério da Agricultura e Anvisa realizam vistorias nas cargas. “Sem o envolvimento de terceiros na operação, foi possível reduzir o ciclo operacional em até sete dias. Além da redução de custos e de tempo, a estufagem e armazenagem na TCP também dá mais segurança ao exportador, já que suas cargas serão monitoradas 24 horas por dia”, ressalta o executivo.

As cargas de madeira e açúcar têm como origem os estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo e como principais destinos a América Central, Europa, Ásia e África.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *