You are here
Home > Franquia > Inaugurada franquia 100% curitibana. Chá & Arte aposta no crescimento do consumo de chás

Inaugurada franquia 100% curitibana. Chá & Arte aposta no crescimento do consumo de chás

A primeira franquia da Chá & Arte está localizada no bairro Água Verde.

Curitiba recebe a primeira franquia do mais charmoso espaço dedicado à arte e degustação de chás, a Chá & Arte. O local é um convite ao público para experimentar as diferentes sensações de um bom chá. No mercado desde 2001, a nova unidade da marca inaugura em região privilegiada no bairro Água Verde (República Argentina, 334 – Loja 3). Com ambiente agradável e atmosfera convidativa, a loja é inspiradora e oferece rica diversidade de produtos, sabores, cores e texturas para proporcionar as melhores infusões com ingredientes 100% naturais.

A intenção de transformar seu negócio em franquia partiu da empreendedora Juliana Treis. Mas a ideia desta designer de produtos e embalagens não surgiu por acaso. Desde que investiu para criar um espaço dedicado à experimentação e venda de chás, ela sempre procurou a capacitação e manteve os pés no chão. “Procurei especialistas e participei de muitos projetos do Sebrae, que me ajudaram a profissionalizar a gestão da empresa e o atendimento, até chegarmos no projeto de expansão, com um planejamento estratégico e personalizado”, conta Juliana.

Juliana Treis e Mariza Treis.

Além de Juliana e da equipe de vendas, sua mãe e sócia, Mariza Treis, é fitoterapeuta e ajuda a promover a imersão dos clientes no universo dos chás. “Nossa loja não é apenas um projeto comercial. É uma missão de vida que tem a saúde como 100% do nosso foco. Quando um cliente entra aqui, oferecemos todo o conhecimento para que adquira um produto personalizado, de qualidade e de acordo com o que busca para degustar, relaxar e voltar logo”, resume.

O investimento para novos franqueados gira em torno dos R$ 150 mil. O pacote da franqueadora inclui suporte na gestão administrativa, de estoque e na montagem da loja, treinamento focado no conceito dos chás, com noções básicas sobre as matérias-primas, combinações, uso e ritual de degustação. “Oferecemos compartilhamento completo de informações para nossos parceiros”, garante a empresária.

Embora esteja abrindo seu projeto para o sistema de franquias, Juliana informa que existem critérios para a seleção de parceiros. “Antes de ser um empreendedor, o franqueado precisa ser uma pessoa altruísta, viver uma relação de harmonia consigo mesmo e com a natureza, ser um disseminador do ritual do chá e estar alinhado ao conceito da marca”, afirma.

Foram estas razões que levaram a enfermeira Mabel Sosigan a apostar no segmento. Ela será a primeira franqueada da Chá & Arte. Embora não tenha nenhuma formação na área de chás, ela conta que é filha de comerciantes e isso influenciou na escolha. “Sempre fui consumidora de chás, mas minha decisão partiu por minha identificação com a marca. Eu me apaixonei pela loja assim que entrei e virei cliente, há quatro anos. Adorei o ambiente, o clima, o atendimento e o mix de produtos. A gente vive uma experiência prazerosa lá dentro”, conta.

Mabel espera ter retorno do investimento no novo negócio em 18 meses. Ela justifica que a inauguração em outubro deve ajudar a impulsionar as vendas. “O fim de ano é um período de maior consumo e temos muitas opções, bem diferentes dos presentes tradicionais, para atrair os consumidores que querem inovar neste Natal”, alega. Além disso, os produtos para o verão, gelados e com diversos benefícios, prometem fidelizar a clientela. Para a continuidade do ano, a aposta é no clima ameno e convidativo da cidade. “Temos produtos para o ano todo e muita novidade para encantar os clientes. Tenho certeza de que a loja será um sucesso”, prevê a franqueada.

Arquitetura

O projeto arquitetônico é assinado pela arquiteta Tatiana Sakaguti Watanabe, que tem mais de 15 anos de experiência em ambientes comerciais. Para criar essa atmosfera aconchegante, ela priorizou o uso de materiais rústicos em madeira, equilibrando parte do mobiliário em tons de bege claro com o contraste do verde, presente na logo da marca. A iluminação de led reduz o consumo de energia elétrica e tem a ver com o conceito de sustentabilidade da empresa. Já o pergolado em madeira, mesclado com folhagens, traz elementos da natureza para dentro da loja. “Este detalhe confere equilíbrio e combina perfeitamente com a exposição dos produtos, todos naturais. O ambiente fica clean e charmoso ao mesmo tempo. O resultado final foi um projeto de baixo custo, com padronização no mix de cores, que causam o efeito de ‘convite à experiência’. Tudo isso num espaço harmonioso e cheio de estilo”, resume Tatiana.

Mercado de chás

O chá é uma bebida milenar, sendo a segunda mais consumida no mundo, perdendo somente para a água. De acordo com a consultoria Euromonitor, especializada em pesquisas de mercado, as vendas de chá no varejo, no Brasil, ultrapassaram a marca de R$ 1 bilhão em 2013. E como a tendência para seguir um estilo de vida mais saudável continua expandindo, especialmente entre os consumidores de alta e média renda, o volume de vendas de chá no varejo continua aumentando, atingindo 3.862 toneladas em 2015. A expectativa é crescer 50% até 2018, segundo o estudo.

Para Juliana, investir no segmento dos chás, além de prazeroso, é rentável e promissor. “O perfil dos consumidores mudou nestes 16 anos. As pessoas estão cada vez mais interessadas em consumir produtos saudáveis, que proporcionam boas sensações e relaxamento. Pensando neste sentimento de bem-estar, muita gente está migrando do tradicional café com leite para os chás. E não buscam apenas o consumo por si só. Querem se aprofundar no conhecimento sobre o produto, saber das novidades, aplicações e benefícios”, destaca.

Linha de produtos

O mix de produtos é um dos grandes atrativos da Chá & Arte. Os chás têm como propriedades principais curar e revitalizar. Os com ervas, flores ou frutas são desidratados e vendidos a granel, com procedência nacional e importada, além de conter todos os laudos técnicos exigidos.

Já a linha de aromáticos são blends exclusivos desenvolvidos pela Chá & Arte, totalmente naturais, isentos de aromatizantes e conservantes, e preparados artesanalmente. A variedade de acessórios para vivenciar o autêntico ritual do chá inclui filtros, infusores, canecas, xícaras, bules e conjuntos de chás. Juntos, eles formam muitas opções de kits para presentear, que atendem os consumidores de todos os gostos e bolsos.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top