You are here
Home > Artigos > Como a telefonia pode ajudar a abrir um negócio?

Como a telefonia pode ajudar a abrir um negócio?

Robson Costa

A crise está passando aos poucos e ainda assim é difícil para muitas pessoas tornarem o sonho de ter o seu próprio negócio, uma realidade. Dificil, porém não impossível. Abrir o próprio negócio é uma alternativa viável para se colocar em prática uma nova visão de futuro, é até mesmo uma oportunidade para aqueles que ficaram desempregados com a crise e pensaram em novas ideias – mesmo que pequenas – de sobrevivência. Afinal, está na hora de pensar em 2018!

Seja ele online ou físico, externo ou home office, de pequeno, médio ou grande porte, a telefonia pode e deve auxiliar em todos os processos, principalmente no de conquistar e manter clientes – na sua estrutura e no relacionamento que mantêm com essas pessoas ou empresas. Alguns fatores inclusive são de grande importância para os negócios que estão começando. Algo muito básico e que pode parecer até um pouco bobo como um número de fácil memorização pode influenciar diretamente nos negócios.

Além disso, é preciso avaliar e entender se o tipo do negócio necessitará de itens especiais, como por exemplo, gravar ligações, atendimento automático, gerenciamento de custo, ramal, transferência para o celular, entre outros. Não há diferença para quem está começando agora e quem já está no mercado há muitos anos, mas os cuidados devem ser exatamente os mesmos, pois quem planeja errado e adquire equipamentos que não atenderá sua demanda, acaba investindo nisso novamente e, consequentemente, gastando mais.

Serviços como PABX IP Asterisk são boas apostas, uma vez que eles acompanham soluções de grande valia como Mensagem em Espera, Siga-me, Gravação de chamadas, Correio de voz etc, assim como as grandes empresas já possuem há muitos anos. Em outras palavras, antes de sonhar alto demais, é necessário analisar e pensar em fatores básicos que podem comprometer ou auxiliar o relacionamento com os clientes e o fechamento de novas parcerias.

A crise não é motivo para se barrar um bom projeto empreendedor quando se está bem esquematizado e se tem as ferramentas certas. Os problemas devem ser encarados como desafios, pois são eles que nos permitem encontrar soluções, formas e maneiras de vencê-los. Ou, em outras palavras, todos os desafios geram oportunidades.

Como empresário, meu conselho é que seja flexível a mudanças (pois elas ocorrem com frequência), e aposte em produtos e serviços inovadores dentro do mercado em que pretende atuar. Não tenha medo de contratar serviços de qualidade por preços maiores do que oferecidos por aí – o investimento pode valer muito a pena e se mostrar “rentável” aos negócios, principalmente em se tratando de telefonia. A equipe será o seu “time” e grande patrimônio, motive-os sempre para que sejam mais produtivos e excelentes em suas funções. Seja bem-vindo a 2018!

O artigo foi escrito por Robson Costa, que é diretor do Grupo Encanto Telecom.

mirian
Sobre a Mirian Gasparin Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top