Controlar o fluxo de caixa das empresas continua sendo uma das maiores dificuldades dos empreendedores de pequeno porte

Muitas são as dificuldades enfrentadas pelos empresários no dia a dia. Mas, entre essas dificuldades, sem dúvida alguma, a maior é o controle de caixa da empresa. Se não houver um controle eficiente das entradas, saídas e do saldo de caixa no final do dia, a saúde financeira da empresa será comprometida. A maioria dos negócios, principalmente os de pequeno porte, fecham porque o empreendedor não tem conhecimento da gestão financeira da empresa. Agora, não é preciso ter um conhecimento profundo, mas é essencial saber o básico do controle de caixa.

Um item fundamental para o sucesso do controle das contas da empresa é a adoção do planejamento financeiro. É importante ter uma planilha que mostre todas as despesas fixas da empresa, para que o gestor possa programar quais serão os gastos do período e quais as entradas de dinheiro. Esse controle também pode ser obtido através da implantação de um software, tornando o processo mais simples e ágil.

Uma das maneiras de evitar gastos sem necessidade é procurar quitar as despesas em dia. Dessa forma, a empresa precisa ter o seu fluxo de caixa atualizado, para poder garantir o pagamento das contas sem atrasos. Caso o negócio não esteja em boas condições financeiras, e se encontre, por exemplo, com despesas em aberto, é bom verificar quais delas podem ser negociadas com os credores, para diminuir o valor de juros e multas a ser pago.

Outro item importante é cuidar para que a empresa não se endivide. Neste sentido, a regra básica de uma boa gestão financeira é gastar menos do que se ganha. Por isso, o gerenciamento das informações referentes às contas a pagar deve ser feito de forma sistemática. A dívida da empresa precisa ser controlada, para que as contas não se tornem impagáveis por falta de geração de recursos.

Por fim, nunca misturar o dinheiro pessoal com o dinheiro da empresa. Tal atitude pode causar o fracasso do negócio e, consequentemente, das finanças pessoais do empresário. Há quem diga que comandar uma empresa que tem as finanças misturadas com as despesas pessoais, é como dirigir um carro em uma região pela qual até já se passou, mas sem GPS. Você sabe mais ou menos onde está, mas não tem certeza para onde deve ir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *