You are here
Home > Finanças > Consórcio imobiliário é solução para quem não consegue poupar

Consórcio imobiliário é solução para quem não consegue poupar

Ter uma reserva financeira é difícil para a maioria dos brasileiros. De acordo com pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em novembro de 2017 apenas três em cada dez brasileiros conseguiram chegar ao fim do mês com dinheiro sobrando. No entanto, as intenções para 2018 são otimistas: estima-se que 45% da população pretende economizar este ano e 27% tem como meta sair do vermelho, segundo outro levantamento, realizado pelo SPC Brasil em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) entre os meses de novembro e dezembro de 2017.

Na opinião de Tatiana Schuchovsky Reichmann, diretora-superintendente da Ademilar Consórcio de Investimento Imobiliário, o desafio vem de um contexto histórico. “Economizar é difícil porque sempre priorizamos o prazer imediato, isso faz parte da nossa cultura. Na década de 90, com a inflação flutuante, era preciso correr para o mercado antes que o preço dos produtos aumentasse. E assim criamos essa sensação de imediatismo. Para quem não tem disciplina para poupar, o consórcio imobiliário é uma opção certeira” explica.

O consórcio funciona como uma poupança programada. O consorciado adquire uma cota com um valor determinado de crédito e paga parcelas mensais para a formação do fundo comum do grupo. Por meio de sorteio, realizado pela Loteria Federal, e lance, um ou mais participantes são contemplados por mês e têm o direito de utilizar o dinheiro arrecado pelo grupo. O crédito pode ser usado para comprar, construir ou reformar imóveis, quitar financiamento ou o saldo devedor de imóvel na planta e até mesmo para planejar uma aposentadoria imobiliária. “Com o consórcio, o cliente investe em um mercado seguro e garante um futuro tranquilo”, ressalta Tatiana.

E o consumidor está bastante aberto a essa modalidade de compra parcelada. O setor de consórcio imobiliário encerrou positivamente o mês de novembro de 2017 segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC). O aumento da venda de novas cotas foi de 34,7%, alcançando-se a marca de R$ 35,8 bilhões em créditos comercializados – um crescimento de 54,9% entre os meses de janeiro a novembro de 2017, se comparado ao mesmo período de 2016. A Ademilar, empresa pioneira na venda exclusiva de consórcio de imóveis no Brasil, ilustra bem este cenário. Em janeiro de 2018, a empresa registrou crescimento geral de mais 30%, em relação ao mesmo mês do ano passado.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top