You are here
Home > Sem categoria > Empresas da construção civil se unem para promover inovação tecnológica

Empresas da construção civil se unem para promover inovação tecnológica

Com o objetivo de promover a cultura de inovação tecnológica e a digitalização na construção civil brasileira, fabricantes, projetistas, incorporadores e construtoras se uniram em uma iniciativa inédita proposta pelo CTE/EnRedes. Em 2018, as maiores empresas do setor – entre elas BASF, Cyrela, Deca, Eztec, Gafisa, Intercement, MRV, Saint Gobain, Samsung, Schneider e Thyssen Krupp – passam a formar um núcleo de relacionamento, pesquisa e negócios chamado Rede Construção Digital.

Como parte da iniciativa, o grupo irá realizar pesquisas de mercado para identificar as lacunas de desenvolvimento digital do setor e analisar tanto cases globais como locais para disseminar soluções tecnológicas adequadas à realidade nacional. O primeiro encontro das empresas líderes acontece em 7 de fevereiro, quando Mauricio Benvenutti, sócio da StartSe, trará informações para um debate sobre as macrotendências tecnológicas no mundo, inspirando assim o início dos trabalhos da rede.

De acordo com um estudo da Harvard Business Review, a construção civil é um dos setores produtivos que mais tem dificuldade para incorporar novas tecnologias. “Nós pretendemos impulsionar a competitividade do setor, digitalizando os negócios das empresas que compõem a cadeia produtiva”, explica Roberto de Souza, presidente do CTE e idealizador da Rede Construção Digital. “Para isso, iremos promover o acesso dessas empresas às novas tecnologias e compartilhar experiências com fornecedores de soluções de TI, empresas projetistas, fabricantes, incorporadoras e construtoras”.

A Rede já iniciou um mapeamento das startups, brasileiras e do Vale do Silício, que estão desenvolvendo soluções para o setor da construção. O objetivo é que esse mapeamento possibilite a aplicabilidade e o acesso de empresas nacionais a novas soluções digitais para que elas possam desenvolver também novos modelos de negócios. “O mundo empresarial está em mudança acelerada. Empresas consolidadas que não se adequarem à nova realidade digital estão em risco de desaparecer. O setor da construção ainda não conseguiu fazer parte dessa revolução digital”, avalia Souza. “Por isso, estamos reunindo os principais executivos do mercado e compartilhando informações e conhecimentos”.

Até o momento, 30 empresas compõem a Rede Construção Digital, sendo indústrias de construção, incorporadoras e construtoras, projetistas e fornecedores de TI. Elas ainda esperam influenciar o governo na formulação de incentivos que favoreçam a digitalização do setor de construção civil.

O CTE – Centro de Tecnologia de Edificação é referência no setor da construção. Atuando no mercado há 27 anos, promove e desenvolve soluções que impulsionem a inovação, tecnologia, qualidade, gestão e sustentabilidade na cadeia produtiva. A empresa já atendeu mais de 3.500 clientes em 18 estados da Federação, capacitou mais de 300 empresas na Norma de Desempenho, preparou mais de 1.600 empresas em gestão empresarial (certificando-as na ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001 e PBQP-H). Líder em consultoria green building no mercado brasileiro, o CTE foi responsável até o momento pela certificação LEED de 215 empreendimentos, ofereceu consultoria em construção sustentável para mais de 400 empreendimentos, capacitou mais de 25 mil profissionais e conta com mais de 120 mil usuários dos softwares Autodoc.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top