Assaí estimula o empreendedorismo por meio de programa de desenvolvimento e capacitação

No Brasil, atualmente, pelo menos 1/3 dos microempreendimentos vão à falência até o final do segundo ano de atividade, de acordo com dados do Sebrae, e isso, na maioria das vezes, se dá por uma gestão empresarial ineficaz. O Assaí Atacadista, que tem nesses pequenos empreendedores uma parcela importante do seu público-alvo e se posiciona como parceiro desses negócios, criou, então, o programa Academia Assaí Bons Negócios para contribuir com o desenvolvimento e potencializar a capacidade empreendedora de clientes e não clientes da rede de uma forma acessível.

A iniciativa busca diminuir as lacunas e dificuldades dos micro e pequenos empreendedores de todo o Brasil aprofundando competências e compartilhando conhecimentos específicos do setor alimentício para a melhoria de seus pequenos negócios. O programa envolve capacitações presenciais, workshops temáticos e uma plataforma online com conteúdo 100% gratuito específico para o fortalecimento da gestão desses empreendimentos.
A Academia Assaí Bons Negócios conta com cursos presenciais, online, atendimentos individuais, além de oficinas. “Queremos oferecer soluções aos microempreendedores, um público com quem nos relacionamos há mais de 40 anos. Queremos fortalecer essa parceria, e as trilhas específicas fazem isso: endereçam respostas aos problemas mais frequentes de cada tipo de negócio: para quem vende bolos e salgados por encomenda, para quem tem pizzarias, lanchonetes, tudo isso de forma gratuita”, explica Marly Lopes, Gerente de Marketing & Sustentabilidade do Assaí Atacadista. A plataforma www.AcademiaAssai.com.br disponibiliza todo o conteúdo em uma interface de fácil navegação.

A Academia Assaí Bons Negócios é uma iniciativa da marca com o Instituto GPA, braço social do Grupo GPA, e faz parte de um dos pilares de Sustentabilidade do Assaí, que preza pelo engajamento com a sociedade e visa promover o desenvolvimento das comunidades. “A rede prioriza ações com foco na melhoria das condições sociais da população no entorno das lojas. No caso da Academia, procuramos ser parceiros desses nossos clientes e buscamos uma maneira de auxiliá-los na profissionalização e aprimoramento do seu negócio por meio de uma plataforma gratuita de capacitação e desenvolvimento”, reforça Fábio Lavezo, coordenador do projeto.

“O número de microempreendedores individuais cresceu dez vezes nos últimos anos, ultrapassando os 7 milhões em todo o Brasil. Porém cerca de 40% deles não terminaram o ensino médio e atualmente 60% estão inadimplentes. A Academia Assaí Bons Negócios visa potencializar as vocações de microempreendedores, com conhecimentos específicos do seu setor, e contribuir com seu desenvolvimento, fortalecendo assim, seus resultados e seu impacto no entorno”, explica Susy Yoshimura, Diretora Executiva do Instituto GPA.

Os conteúdos são apresentados no formato de vídeo-aulas e materiais complementares. A metodologia de ensino adotada traz as vídeo-aulas objetivas, práticas e específicas para o segmento em que os interessados nos cursos atuam. Pequenas avaliações ao longo das Trilhas verificam o aprendizado do usuário e fornecem dados sobre o seu progresso, culminando com a emissão de certificado da Trilha concluída. Logo que entrar na plataforma, o usuário visualiza as Trilhas disponíveis e pode iniciar seu aprendizado. As vídeo-aulas e materiais complementares poderão ser acessados individualmente, na ordem que o interessado preferir, ou seguindo a sequência proposta em cada Trilha. “As aulas são objetivas e práticas, orientadas para a solução de problemas, com linguagem acessível e dinâmica”, diz Lavezo.

Entre os temas que são abordados na Academia Assaí Bons Negócios estão formação de preço, gestão de estoque, canais de venda, fidelização de clientes, entre outros. O desenvolvimento do conteúdo contou com o suporte da Aliança Empreendedora, que apoia empresas, organizações sociais e governos a desenvolver modelos de negócios inclusivos e projetos de apoio a microempreendedores de baixa renda. O projeto conta, ainda, com o apoio da Megamídia Group, empresa de comunicação responsável pelo desenvolvimento da plataforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *