Vendas de imóveis em Curitiba aumentam 30% em fevereiro

As imobiliárias da Rede Imóveis apresentaram um aumento variável de até 30% no número de vendas de imóveis realizadas em fevereiro de 2018, na comparação direta com o mesmo período do ano passado. “Estamos muito confiantes com esse de ritmo de vendas, o que demonstra o aumento na confiança do consumidor”, explica a presidente da Rede Imóveis, Neusa Kutinskas. A Rede Imóveis é uma associação que reúne as 12 mais tradicionais imobiliárias de Curitiba, que representam aproximadamente 30% deste mercado.

Ainda segundo o relato das associadas, os valores médios das vendas está em R$ 350 mil e o crédito ainda tem sido uma barreira, pois o maior banco que opera esse tipo de financiamento a Caixa Econômica Federal está com a operação bem lenta .“Estamos buscando outras opções no mercado para suprir essa necessidade”.

Segundo o coordenador de vendas da associação, Fernando Galvão Puhl, todos os demais bancos como, Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil, também apresentam linhas de financiamento imobiliário. “Outros bancos têm juros que vão de 9,3% ao ano até 10,5% ao ano, dependendo do perfil do cliente. Já a Caixa Econômica Federal apresenta linhas especiais, condicionadas à utilização do FGTS e também ao perfil do cliente (por exemplo para funcionários públicos)”. Puhl destaca ainda que há diferença nos percentuais de financiamento, sendo que na Caixa Econômica Federal financia-se usados até 70%, quando integrado ao FGTS e perfil de cliente, e até 80% para novos, e há opções nos bancos privados que chegam até os 80% do valor do imóvel, segundo a condição do imóvel ser novo ou usado e também do perfil do cliente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *