You are here
Home > Negócios > Embraco recicla 87% de seus resíduos

Embraco recicla 87% de seus resíduos

A Embraco, uma das maiores fabricantes de soluções para refrigeração do mundo, encerrou o ano de 2017 com índice de 87% de reciclagem para todos os resíduos gerados em suas plantas localizadas no Brasil, Eslováquia, China, México, Itália e Estados Unidos.

Conquista compartilhada com o Nat.Genius, uma plataforma de economia circular da Embraco que transforma produtos oriundos da logística reversa de eletroeletrônicos – como refrigeradores, fornos, computadores e eletroportáteis em geral – e materiais oriundos de outros processos industriais em matéria prima para diferentes aplicações residenciais ou comerciais. Diferente da reciclagem, a empresa trabalha com repropósito de materiais – não existindo a necessidade de serem industrialmente reprocessados – gerando componentes e matéria-prima para a fabricação de novos bens de consumo. Além disso, atua desde a consultoria de gestão de resíduos até a inteligência de engenharia e a venda de sistemas remanufaturados.

Entre 2015 e 2017, a plataforma processou cerca de 20 mil toneladas de materiais, sendo 13,4 mil toneladas de aço, 4,8 mil toneladas de ferro, mil toneladas de cobre e 1,6 mil toneladas de plástico. O Nat.Genius é referência global em economia circular, reconhecido pela Fundação Ellen MacArthur, instituição internacional que insere a economia circular na agenda de tomadores de decisão, como empresas, governos e academia.

O programa recicla e organiza o reuso e a reindustrialização de materiais da empresa, necessários a diferentes linhas de produção, mas também extrapola as fronteiras da companhia atendendo a outras indústrias por meio de consultorias que avaliam a natureza do resíduo e apontam a melhor gestão para o descarte, dentro do conceito da economia circular. “Hoje, o Nat.Genius possui mais de 90 clientes no Brasil e no exterior, desenvolvendo cases de sucesso na gestão de resíduos em diferentes setores da indústria”, diz Raul Bosco, gerente sênior de Novos Negócios.

Zero aterro

Desde 2015, a unidade de compressores do Brasil zerou o envio de lixo industrial para aterros. Foi a primeira planta a eliminar o envio de resíduos industriais (como não recicláveis diversos e contaminados) para aterro. Com esse resultado, a Embraco evitou o envio de mais de mil toneladas – o que corresponde à capacidade de 70 caçambas de caminhão – para aterros sanitários.

A reciclagem é tema levado a sério internamente, por meio de uma série de atividades realizadas com os quase 11 mil colaboradores ao redor do mundo, desde o momento de entrada na empresa, por meio da ambientação, até a realização de treinamentos periódicos, campanhas especiais de comunicação e divulgação de conceitos de forma simplificadas, como as Regras de Ouro do Meio Ambiente. “Todas as linhas produtivas são mapeadas com procedimento próprio de segregação de resíduos. É possível tirar um extrato do inventário de cada resíduo”, acrescenta Claudemir dos Santos, diretor da planta Brasil. Segundo ele, recentemente, a unidade Compressores Joinville introduziu mais de 160 lixeiras com visor transparente para facilitar ainda mais a separação correta do lixo.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top