You are here
Home > Trabalho/Emprego > Construtora investe em qualificação com maior demanda por mão de obra especializada

Construtora investe em qualificação com maior demanda por mão de obra especializada

Com dificuldade para encontrar profissionais qualificados na área de instalação hidráulica, a MRV Engenharia criou uma turma especializada neste tipo de mão de obra. Em parceria com o Senai-PR (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Paraná), foram oferecidas aulas de encanador dentro do próprio canteiro de obras, parte do programa Escola Nota 10 apoiado pelo Instituto MRV. A formatura da primeira turma, composta por 18 profissionais da empresa e pessoas da comunidade, acontece nesta quinta-feira (07) em São José dos Pinhais.

Para o coordenador de instalações Rodrigo Rocha Freire da Silva é cada vez mais difícil encontrar profissionais preparados: “Observamos que há uma grande carência de pessoas com educação formal e devidamente capacitadas ou com experiência comprovada em carteira”, pontua. Atualmente, na região Sul, a MRV conta com 61 instaladores hidráulicos, um número que deve dobrar nos próximos meses: “Estamos prevendo a contratação de pelo menos mais 50 profissionais com esta especialidade para os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul”, comenta.

“Mais do que a melhoria dos serviços ofertados pela MRV, as turmas da Escola Nota 10 são uma oportunidade de crescimento de desenvolvimento pessoal e profissional”, destaca Silva, idealizador da turma de instaladores hidráulicos. “A atividade de instalação hidráulica faz parte de um caminho crítico no fluxo de atividades da obra. Sem a liberação deste serviço, não instalamos cerâmica nos apartamentos, por exemplo”, salienta o diretor de produção da MRV Engenharia, Ralf Sade Haddad. “Profissionais com cursos técnicos adequados aprendem corretamente o ofício, a formação evita problemas oriundos de má execução, como eventuais defeitos, e os retrabalhos que custam tempo e material”, explica o diretor.

As aulas do curso para instaladores hidráulicos fazem parte do programa Escola Nota 10, apoiado pelo Instituto MRV, que já beneficiou mais de 3,5 mil trabalhadores. Desde seu lançamento, em 2011, mais de 170 escolas são acompanhadas pelo Instituto, que promove cursos de alfabetização, inclusão digital e profissionalizantes

Aquecimento

Até o final de 2018, a MRV calcula investir mais de R$ 550 milhões para o lançamento de cerca de 5.500 unidades habitacionais no Paraná. Com esse investimento, a empresa projeta chegar em 2018 com um aumento de cerca de 20% na sua força de trabalho no Sul, hoje formada por 3 mil trabalhadores diretos e indiretos. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, até o mês de abril foram criados 37.324 novos postos de trabalho no setor da construção civil em todo o Brasil, um aumento de 1,8% ao longo de 2018; no estado do Paraná, a alta foi de 2,3%.

Para o gestor executivo de vendas da MRV Engenharia, Marcelo Alisson Alves Mendes, a demanda atual por moradias populares no Paraná traz perspectivas positivas para o aquecimento do mercado de construção civil no estado: “Calculamos um crescimento entre 6 e 8% para o setor, um aumento possível em razão do déficit habitacional histórico do Paraná e da busca pela primeira moradia”.

Atualmente, a MRV emprega mais de 20 mil trabalhadores diretos e indiretos – o aumento da demanda por moradia e o investimento em novos empreendimentos garantem a ampliação da oferta de vagas, uma mão de obra que precisa ser cada vez mais especializada.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top