You are here
Home > Marketing > Pesquisa aponta que 67% dos líderes de marketing preveem aumentar os gastos com digital

Pesquisa aponta que 67% dos líderes de marketing preveem aumentar os gastos com digital

A transformação digital já mobiliza grande parte das empresas no Brasil e no mundo, pois ela gerou mudanças significativas no comportamento do consumidor e, consequentemente, na verba destinada pelas empresas para aquisição de clientes. Um estudo realizado pela Gartner com empresas que movimentam mais de 250 milhões de dólares por ano, no Reino Unido e na América do Norte, apontou que 67% dos líderes de marketing planejam aumentar os gastos com marketing digital em 2018.

O investimento em tecnologia é outro ponto importante para as empresas, pois na era digital o desempenho do marketing está atrelado às soluções de TI, indispensáveis para os cruzamentos de dados, definições de estratégias, tomadas de decisão e maior alcance de consumidores. Ainda de acordo com o levantamento, a análise de dados é uma das prioridades nos orçamentos dos CMO’s (Chief Marketing Officer), pois 9,2% da verba é destinada a essa área. Já os gastos com inovação em marketing representam 10% do orçamento total.

O especialista em Marketing Digital, Rafael Rez, cofundador da Web Estratégica – consultoria de marketing focada em performance de negócios no mundo digital – explica que empresas que investem em tecnologia de marketing podem não apenas coletar dados, mas cruzá-los para gerar informações, e analisá-las para gerar conhecimento, produzindo assim resultados cada vez maiores e mais assertivos. “As tecnologias de marketing também permitem testar rapidamente e com menos recursos novas idéias, campanhas, canais e estratégias”.

Uma das maiores dificuldades para as organizações brasileiras é a falta de mão de obra qualificada, não somente para implementar novas tecnologias, mas também para ter o conhecimento necessário para a correta análise de dados. “Isso encarece e atrasa a adoção da tecnologia, mas também permite que as nossas empresas observem as tendências de fora e aprendam com os erros antes de adotar qualquer novidade a preço de ouro, sem saber se os resultados pagarão a conta.”, diz Rafael Rez.

O marketing deve se tornar um dos maiores consumidores de tecnologia dentro das empresas, de acordo com o especialista, porém para ele as pequenas e médias organizações devem investir com cautela, pois por serem menores, alguns erros podem resultar em grandes prejuízos. “Uma empresa maior sobrevive à perda de um investimento anual de 100 mil reais, porém numa empresa média o impacto dessa perda é muito maior. Enquanto em um uma pequena empresa, ele pode até levar à falência”, comenta. Para Rafael Rez, ser cético quanto aos resultados e agir de forma estratégica é ainda mais importante quando se é pequeno.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top