You are here
Home > Empreendedorismo > É possível aprender com os erros e se tornar um empreendedor de sucesso

É possível aprender com os erros e se tornar um empreendedor de sucesso

Flavio Zaclis: O empreendedor que erra tende a se tornar um empresário melhor.

Empreender é, por definição, arriscar e estar sujeito ao fracasso. E o que diferencia o bom empreendedor é sua capacidade de aprender com os erros e, a partir disso, construir um negócio bem-sucedido. Sócio-fundador da Barn Investimentos, empresa nacional com atuação nos estágios de investimento semente e Série A, Flavio Zaclis valoriza empreendedores que já cometeram erros (e, portanto, podem ter mais bagagem e maturidade ao criar um novo negócio). E sabendo da necessidade dos empreendedores de aprenderem com todas as situações, Zaclis destaca três dicas fundamentais para reverter decisões equivocadas e fazer sucesso no mundo das startups.

Principais erros

Os novos empreendedores, na ânsia de entrar no mercado e fazer sucesso rapidamente, cometem erros básicos que colocam em risco todo o negócio. O mais comum deles é subestimar o tempo necessário para fazer uma startup funcionar. O processo é lento e exige estudo profundo do mercado em que se pretende atuar. Além disso, é preciso inovar de fato, ou seja, apresentar uma solução inédita para um problema da sociedade por meio de um produto fácil de usar, que se torne indispensável no dia a dia.

Errar pode ser benéfico

O empreendedor que erra tende a se tornar um empresário melhor. Isso porque evitará cometer os mesmos erros, aperfeiçoando o que não funcionou e chegando a uma solução mais eficaz para determinado problema. Existem erros que são fatais para a implantação e desenvolvimento de um negócio, mas todos os outros devem ser vistos como oportunidade de “acertar o alvo” com ainda mais precisão. Vale lembrar que algumas das maiores descobertas da humanidade nasceram de tentativa e erro.

O que fazer em caso de erro

Constatado algum erro, o empreendedor deve refletir de forma crítica sobre as razões desse equívoco, avaliar suas implicações na operação e no crescimento da empresa, e pensar como solucioná-lo o mais rápido possível. O mais importante é não desistir, encarando a experiência como uma chance de fazer bem-feito. Muitos empreendedores de sucesso, além de protagonistas de várias outras áreas (esportes, artes etc) foram considerados fracassados no início de suas trajetórias. Resiliência, portanto, é fundamental.

mirian
Sobre a Mirian Gasparin Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top