You are here
Home > comércio > Preços de pneus variam até 53% no mercado online

Preços de pneus variam até 53% no mercado online

Pesquisa produzida pela plataforma PNEX, especializada na busca de pneus e serviços automotivos, indicou diferenças de até 53% nos preços dos varejistas online. Foram considerados produtos referentes às categorias de veículos SUV, Sedan e Hatch. O levantamento foi feito com uma amostragem de 1.400 ofertas referentes à base em dados do site, que conta com mais de 70 mil, entre 150 marcas. A maior variação ficou entre os pneus do tipo Aro 17, com 38%. Esse produto é usado em automóveis do tipo SUV, como Sportage, Pajero e Freemont. Em análise por veículo, o pneu destinado ao Tiguan apresentou diferenças de preços de até 53%.

Já entre os pneus de Aros 16 e 14, utilizados em automóveis dos tipos Sedan e Hatch, foram encontradas alterações na casa dos 23,6%. O destaque ficou entre os produtos destinados aos carros Cerato e Picanto, ambos da montadora Kia, com variáveis de 32% e 44%, respectivamente.

Por fim, os pneus de Aro 13, comuns nos automóveis populares, apresentaram diferença média de 15,4%, chegando a 18% em produtos indicados para o Chevrolet Celta. A menor oscilação de valores da categoria ficou entre os pneus utilizados pelos carros UP!, Mobi e Uno, com 14%.

Diferenças de preços dependem de marcas e varejistas

O levantamento também apontou diferenciações de preços entre as principais marcas presentes no varejo. A maior variação ficou entre os pneus Continental Aro 17, que apontaram valores entre R$ 319,00 e R$714,92, 55% de diferença; seguido pelas marcas Michelin (47%) e Firestone (41%). Já sobre os produtos Aro 13, a marca Continental também teve grandes oscilações, com custos até 50% maiores, acima da marca Firestone (34%) e Pirelli (26%).

“Após a análise de preços das ofertas presentes na plataforma, constatamos que os varejistas especializados no comércio de pneus oferecem os melhores preços em relação aos grandes varejistas nacionais, conhecidos por ofertarem uma diversidade de produtos além do segmento automotivo”, explica Fernando Cesar, co-fundador da startup PNEX.

“Vivemos um momento em que a mobilidade está em debate. Enquanto nossos olhos estão focados na questão do combustível, é preciso mostrar que variações de preços ocorrem em diversos produtos do segmento automotivo, o que impacta diretamente na renda de quem vive ou consome nesse mercado”, conclui Laurent Maubré, sócio-fundador da plataforma.

mirian
Sobre a Mirian Gasparin Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top