Estudo  aponta o crescimento de mulheres que pretendem alugar imóveis no Brasil

O perfil das pessoas interessadas em alugar um imóvel no Brasil é o foco de um estudo do Porto Seguro Aluguel, produto da companhia ideal para quem deseja locar um imóvel em segurança. O levantamento, que contempla análises cadastradas de janeiro de 2013 até o primeiro semestre de 2018, mostrou que o maior crescimento de busca pelo Porto Seguro Fiança neste período é de mulheres, de 36 a 45 anos, casadas e com renda acima de R$ 5 mil. “Esse crescimento se deve ao novo perfil da mulher brasileira, que é responsável, cada vez mais, pela decisão de compra da família e ganha, diariamente, maior representatividade no mercado de trabalho e na sociedade como um todo”, comenta Luiz Henrique, superintendente de Riscos Financeiros e Capitalização da Porto Seguro.

Por outro lado, mesmo com o crescimento de 6% de mulheres pretendentes a locação de um imóvel, elas ainda representam 45,3% de toda a base cadastral da Porto Seguro neste segmento. Os números de casadas e solteiras que pretendem alugar imóveis subiram 7% e 4%, respectivamente. Já o interesse dos homens na busca pelo Seguro Fiança caiu 4% nos últimos anos, mas eles ainda representam 54,7%. Os casados tiveram uma queda na procura pelo seguro de 1,2%, enquanto o número de solteiros cresceu 7%.
Quando analisado as faixas etárias, o maior número de interessados em locação é de pessoas entre 26 e 45 anos, que representa 54,4% de todos os cadastros, um aumento de 3,3% nos últimos cinco anos. O maior crescimento se deve a mulheres e homens entre 36 e 45 anos. Elas tiverem um interesse 15% e eles 14% maior no seguro fiança no período analisado.

O estudo do Porto Seguro Aluguel ainda analisou a renda declarada das pessoas interessadas em ter um contrato de aluguel que conceda maior segurança para o proprietário do imóvel e o inquilino. Os rendimentos mensais com maior representatividade são de R$ 2 mil a R$ 3 mil (12,6%) e acima de R$ 5 mil (51%). “O que observamos nos últimos anos foi uma migração de pessoas entre as faixas de renda. 8,7% do público pretendente à locação migrou da faixa de R$ 0 a R$ 3 mil para R$ 3.001 a acima de R$ 5 mil”, comenta o executivo. Esse número se torna ainda maior se isolarmos as informações pelos rendimentos acima de R$ 5 mil por gênero. O número de mulheres com renda acima desse valor cresceu 28% e entre os homens 18% de 2013 a 2018.

Para Luiz Henrique, há uma mudança de comportamento do consumidor neste setor, uma vez que o seguro fiança tem sido modificado, consideravelmente, para atender as novas demandas da população. “Muito mais rápido, com poucas burocracias e com grande acessibilidade a qualquer bolso, o seguro fiança da Porto Seguro disponível no mercado hoje é aprovado em até três horas úteis. Além disso, concede coberturas e benefícios especiais ao usuário desde o pagamento de aluguel, encargos mensais da locação (IPTU, condomínio, água, luz, gás), danos ao imóvel, pintura e até serviços emergenciais de reparos ao imóvel e descontos para você aproveitar”, acrescenta Luiz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *