You are here
Home > Negócios > Polo do Sebrae vai criar referência na formação de lideranças

Polo do Sebrae vai criar referência na formação de lideranças

Amyr Klink:  “liderar não é ser o patrão”.

O que a navegação pode ensinar à preparação de pessoas para exercer liderança, ajudar na construção de relacionamentos e melhorar o ambiente de negócios? Muitas coisas! Isso é o que mostra a trajetória do navegador brasileiro Amyr Klink, que esteve em Curitiba nesta quinta-feira (9), onde palestrou a líderes de instituições públicas e privadas do Estado, durante o lançamento do Polo de Liderança Sebrae. A iniciativa é do Sebrae/PR visa impactar líderes e potenciais para atuarem e empresas e sociedade, com foco no desenvolvimento e sustentabilidade.

O diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Roberto Tioqueta, lembra que já são mais de duas décadas trabalhando com a formação de líderes no Estado. “Com o Polo de Liderança, o Sebrae/PR torna-se um centro de referência na preparação de pessoas para serem líderes de causas transformadoras no contexto de negócios das micro e pequenas empresas. O objetivo é termos lideranças prontas para contribuir com a prosperidade dos municípios, territórios e Estado, fortalecendo a inclusão, a cooperação e a sustentabilidade”, pontua.

O consultor do Sebrae Nacional, Reginaldo Barroso de Rezende, afirma que o Sebrae/PR sempre esteve um passo à frente na temática de liderança, tendo tradição em ações reconhecidas no âmbito do Sistema Sebrae. “Aqui surgiram produtos educacionais que ganharam escala nacional e fizeram a diferença. E esse Polo já nasce com o ideal de extrapolar as fronteiras do Estado. A ideia é que se gere um conhecimento que possa referenciar a ação dos outros Sebrae”, explica.

Rezende recorda que não há desenvolvimento, nem cooperação – uma das bases da civilização –, sem liderança. Ele ressalta que os quatro pilares do Polo de Liderança têm muito a ver com a temática da navegação, que se baseia nos pontos cardeais. “Esses pilares são: Crescer, que consiste em trabalhar a si mesmo, aprimorar suas habilidades de liderança; Conectar, que diz respeito à relação com o outro, o processo de integração de grupos; Influenciar, ou seja, transformar a organização; e Inspirar, que consiste em transbordar isso para a sociedade, gerando mudanças no ambiente”, enumera.

A história de ousadia, foco e pioneirismo de Amyr Klink tem muito a inspirar nesse sentido. Antes de atravessar o oceano, ele conta que o início, no remo, foi de trabalho duro e disciplina. “Nesse esporte, não é a força que ganha, mas o conjunto, a sincronia, o engajamento. É preciso mais de mil horas de treino para uma equipe ser competitiva. Então, são três horas por dia, durante um ano, sem interrupções de sábado, domingo, feriado. Isso porque os oito remos precisam bater junto na água não no mesmo segundo, mas no mesmo milésimo”, ensina.

O navegador acrescenta que “liderar não é ser o patrão”, mas construir sinergia. “Quem lidera um processo não é quem manda, é alguém que fabrica novos líderes. Não se trata de crescer apenas, mas de fazer o projeto continuar. Isso que é o legal nesse programa do Sebrae”, afirma. Da sua primeira aventura além-mar (a travessia do Atlântico em 1984), ele traz muitas lições importantes sobre liderança.
“O medo é um dos problemas. Sempre tive medo do mar, mas aprendi a lidar com ele. Na primeira semana, meu barco capotou três vezes, mas não tem sensação melhor que conseguir resolver um problema e de, 100 dias depois, ter cumprido o plano. É necessário ter paciência, abraçar o problema, ir sempre em frente. Planejar não e seguir planilhas, mas estar preparado para mudar o roteiro de viagem a cada 30 minutos”, esclarece.
Entre as lideranças paranaenses presentes ao evento, Valdeci Alves dos Santos, da prefeitura de Capanema, no sudoeste do Estado, afirma que a iniciativa do Sebrae/PR tem muito a contribuir nos setores público e privado. “Nosso desafio é trabalhar a mudança de mentalidade dos servidores de carreira, processo que, muitas vezes, esbarra no ‘sempre fiz assim’. É necessário inovar, tornar o serviço público mais ágil e dinâmico. Liderar pessoas é um aprendizado diário e o Sebrae pode nos auxiliar”, diz.
O Polo de Liderança Sebrae é uma linha de atuação com ações contínuas, cujo público-alvo são empreendedores de pequenas empresas, profissionais e lideranças do setor público e privado. Entre os focos de atuação estão cursos nacionais e internacionais, debates, palestras, eventos, coaching e mentoring; canais digitais para ofertar informações aos líderes; um espaço físico exclusivo para a realização das atividades no Sebrae, em Curitiba; além de ações, também, nos demais municípios do Estado e de um processo sistemático e permanente para estudo e identificação de conhecimentos sobre liderança.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top