You are here
Home > Consumo > Seis formas de se aproximar de clientes na visão de empreendedores

Seis formas de se aproximar de clientes na visão de empreendedores

Lembrado no dia 15 de setembro, o Dia do Cliente serve como uma data de reflexão para muitos jovens empresários e empreendedores, seja os que lidam com o consumidor ou os que têm outras empresas como público-alvo. Cada vez mais essa figura se torna de extrema importância. Entender, conquistar e entregar o que ele deseja não é só necessário como também é a maior motivação de muitos empreendedores.

Confira seis formas de se aproximar de clientes na visão de empreendedores.

Traga benefício ao cliente

Alexandro Barsi.

Em tempo de instabilidade econômica, deve-se redobrar a atenção com o relacionamento com o consumidor. Quando se contrata um serviço, a intenção é ter o negócio otimizado e não ter dor de cabeça com isso. “Não basta oferecer uma tecnologia robusta e confiável, é preciso estar ao lado do cliente, oferecendo o suporte adequado e, assim, garantir que ele consiga extrair o máximo da solução adquirida”, explica Alexandro Barsi, CEO e sócio-fundador do Verity Group, especializado em consultoria para transformação digital e gestão de ponta a ponta. “Acompanhá-lo nessa jornada é fundamental para o desenvolvimento do negócio dele”, complementa.

Entregue algo diferente

Leonardo Santos.

Em momentos desafiadores, não adianta somente entregar o básico. É preciso ser diferente, ir além e mostrar criatividade. Colocar o cliente no centro, priorizando o atendimento, é fundamental, avalia Leonardo Santos, CEO e sócio-fundador da Semantix, empresa especializada em soluções de Big Data, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. “Compreender as demandas do cliente e entendê-lo como prioridade deve ser a maior preocupação em entregar valor tangível ligado à necessidade de negócio”, afirma. “Neste momento é importante não só ter empatia para fortalecer a parceria, mas também andar junto com ele, promovendo sinergias e valores fortes para o negócio dele”, complementa o especialista.

Henrique Carbonel.

Tenha uma relação humana com o cliente

Ter empatia e uma relação mais próxima com o cliente é fundamental para entender as suas necessidades. Por isso, é importante sempre manter essa postura durante todas as etapas do relacionamento, avalia Henrique Carbonell, sócio-fundador da Finanças 360º, empresa especializada em gestão financeira para o pequeno e médio varejo. ” Trate o seu cliente da mesma forma que gostaria de ser tratado. Negócios são feitos entre pessoas, não entre empresas”, afirma o executivo. “É importante estar presente na hora que o problema surgir, pois é nesse momento que somos verdadeiramente avaliados”, complementa.

Adapte-se ao cliente

Entender o seu cliente e entregar algo que realmente o faça sentir

Carolina Cabral.

que vale a pena o que está sendo contratado é cada vez mais necessário em momentos de crise. Por isso, não meça esforços em se adaptar ao seu público, afirma Carolina Cabral, sócia-diretora da Nimbi, empresa especializada em tecnologia de gestão para a cadeia de suprimentos. “Adapte-se para entender o novo momento dos clientes e ofereça soluções em sintonia com a atual situação”, avalia a executiva. “Se antecipe aos problemas e entre em contato de forma ativa com os clientes. Isso traz bastante confiança e satisfação, e possibilita maior retenção”, complementa.

Leve vantagem competitiva

Gabriel Camargo.

Em momentos de crise, as prioridades passam a ser revistas e cortes de investimentos, constantemente ocorrem. Por isso é necessário estar antenado com o mercado e conhecer os desafios enfrentados pelo seu público, avalia Gabriel Camargo, CEO e sócio-fundador da Deep Center, empresa especializada em big data analytics. “Vivemos um contexto no qual o investimento diminuiu e a cobrança por trazer resultados aumentou. Por isso, além de entender o momento em que os clientes estão, precisamos entender os concorrentes deles e saber exatamente o que estão fazendo em estratégias para gerar uma vantagem competitiva”, avalia.

Entenda as necessidades do cliente

Ter profundo conhecimento do mercado em que atua é muito importante. Porém, entender as dores diárias de seu público-alvo/cliente, ajuda o empreendedor a oferecer um atendimento humanizado, com maior chance de destaque perante sua concorrência. Para Roberto Bottura, CEO da Ckeck Price, empresa especializada em tecnologia automotiva, valorizar o atendimento é uma prática pouco considerada atualmente, no entanto, deveria ser tão ou mais importante que oferecer um serviço inovador. “Nosso foco é trazer soluções através da tecnologia. Mas, entendemos que acima de tudo, estamos diariamente lidando com pessoas. Isso nos traz uma visão diferente do negócio, pois as carências de nossos clientes, tornam-se impulsionadores para melhoria constante de nosso produto. Em tempos de grande concorrência, o grande destaque está no respeito, e na forma como trabalhamos e entendemos suas necessidades”, completa.

mirian
Sobre a Mirian Gasparin Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top