You are here
Home > Emprego > Startup brasileira inova com tecnologia voltada a seleção às cegas por vídeo

Startup brasileira inova com tecnologia voltada a seleção às cegas por vídeo

A Jobecam, plataforma de empregos que busca otimizar os processos de recrutamento e seleção, por meio da ferramenta de vídeo e uso de algoritmos inteligentes, acaba de lançar nova funcionalidade: a vídeo blind interview. A solução possibilita que o candidato se destaque ao recrutador por suas competências, sem a possibilidade de preconceito ou discriminação no meio do caminho.

Na opção de entrevista às cegas online, as informações dos candidatos e os vídeos gravados ficam ocultos para as empresas, o recrutador escuta as respostas e só acessa o material completo caso aprove o candidato. O time da Jobecam batizou a metodologia de The Experience!A ideia surgiu no programa de aceleração da Oracle, em que estamos inseridos. Em conversas com os executivos da empresa sobre diversidade, percebemos que existiam poucas ferramentas para ajudar os recrutadores e gestores neste desafio de inclusão. Eu mesma senti esta ‘dor’ ao mudar para o sudeste há 4 anos. Se nos processos que participei, eu tivesse sido avaliada por meio de entrevista às cegas, ter uma formação em uma área tão específica e até ser nordestina não teriam sido pontos a serem analisados como sei que muitas vezes foram, e sim a minha experiência em gestão de pessoas em anos atuando com Recursos Humano”, destaca Cammila Yochabell, fundadora e CEO da Jobecam.

A nova opção não é obrigatória para os recrutadores, mas oferece uma alternativa mais justa e inclusiva para os processos seletivos. Um estudo realizado por professores das universidades da Carolina do Norte e de Portland, nos Estados Unidos, com dados de mais de mais de três mil companhias, de 2001 a 2104, mostra que empresas que investem em políticas de incentivo à diversidade e inclusão são mais inovadoras. Os resultados são mais eficazes e trazem mais valor às companhias.

Em ambas as possibilidades, a startup utiliza inteligência artificial para cruzar os dados dos profissionais junto ao perfil que as empresas buscam. Ao cadastrar uma vaga, palavras-chave são apontadas pelo recrutador e o algoritmo inteligente da Jobecam procura, entre os vídeos currículo cadastrados no sistema, por candidatos mais adequados ao perfil desejado.

Passada essa fase, as empresas também podem fazer perguntas customizadas para os candidatos que mais se encaixam à vaga. Eles respondem por meio de novos vídeos, tornando a busca por emprego mais simples, economizando tempo e também dinheiro.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top