You are here
Home > Negócios > AccorHotels chega à marca de 300 hotéis no Brasil com a inauguração do Novotel Curitiba

AccorHotels chega à marca de 300 hotéis no Brasil com a inauguração do Novotel Curitiba

Olivier Hick, Patrick Mendes e Beto Caputo.

A AccorHotels celebra 300 hotéis no Brasil com a inauguração do Novotel Curitiba Batel, na capital paranaense. Contribuíram para essa conquista alguns investimentos que trouxeram ainda mais valor para as marcas, como em inovação e tecnologia, visando melhorar ainda mais a experiência do cliente nos hotéis; o desenvolvimento no setor de alimentos e bebidas, que conta, até o momento, com cerca de 220 restaurantes na região, abertos para clientes e moradores locais e a busca pelo que há de mais moderno em termos de design, proporcionando aos hóspedes as novas tendências comportamentais e experiências incríveis nos hotéis.

“Estamos muito contentes com mais este marco! Nós apostamos muito no país e em todo o seu potencial no segmento de turismo e hotelaria. Na Europa, há 12 ou 13 apartamentos de hotel por mil habitantes. Nos Estados Unidos, 16 a 18 apartamentos por mil habitantes. No Brasil, menos de 3, o que reforça o espaço que temos para crescer ainda mais. Por esse motivo, continuaremos trazendo novidades e inovação para o mercado, proporcionando experiências ainda melhores e que superem a expectativa de nossos clientes ”, afirma o CEO AccorHotels América do Sul, Patrick Mendes.

Inaugurado em 1977, o Novotel Morumbi, em São Paulo, foi o primeiro hotel da AccorHotels no Brasil. Agora, mais de 40 anos depois, uma nova unidade Novotel marca um novo momento na trajetória da empresa no Brasil. O objetivo é ampliar a presença também na América do Sul: hoje, somando hotéis em operação e pipeline, são 510 unidades e, em 2022, o total chegará a 650.

A AccorHotels opera em todas as categorias no Brasil. O segmento econômico é atendido por ibis com 124 hotéis, 33 hotéis ibis Styles e 42 unidades do ibis budget. Entre as marcas midscale, atuam no Brasil: Novotel, com 23 unidades, Mercure, com 52 hotéis, e Adagio Aparthotel, com nove unidades. O portfólio da categoria luxo e upscale é formado por Grand Mercure, com oito hotéis, Pullman, com três hotéis, MGallery, com dois hotéis, e Sofitel, com dois hotéis, além de dois hotéis Mama Shelter.

Em 2019, uma nova marca de luxo chega ao Brasil: o Fairmont abrirá suas portas em Copacabana, no Rio de Janeiro. Sem contar o novíssimo conceito de hospedagem e lazer JO&JOE, no Largo do Boticário, RJ, aguardado para 2020. “A região tem capacidade para receber hotéis de diversos segmentos e nós vamos continuar expandindo a nossa atuação no mercado brasileiro, que é cheio de riquezas e potencial”, conclui Patrick.

Olivier Hick, Vice-presidente executivo de operações Midscale & Econômico AccorHotels Brasil, afirma que uma grande parte da expansão da empresa no Brasil foi proporcionada pelo crescimento das marcas dos segmentos midscale e econômico, que deverão continuar a abrir hotéis nos próximos anos. “Os hotéis das marcas ibis estão nos principais endereços do Brasil e nas cidades de pequeno e médio portes, tornando-se referência de uma hotelaria econômica de excelente qualidade, com espaços confortáveis e contemporâneos. E os nossos hotéis midscale estão no dia a dia do brasileiro desde que abrimos a primeira unidade no país. Agora, com a chegada do Novotel Curitiba Batel, reforçamos a característica de estar presente nas grandes metrópoles brasileiras e oferecer opções de conforto para famílias ou clientes corporativos”, explica Olivier.

Mais um motivo relevante sobre este hotel é que ele faz parte da maior franqueada da empresa, a Atrio Hotel Management, presente há 30 anos no mercado brasileiro e a quarta maior operadora do Brasil.

Créditos das fotos: Naideron Jr.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top