You are here
Home > Finanças > Como planejar os gastos com a entrada do 13º salário

Como planejar os gastos com a entrada do 13º salário

O pagamento do 13º salário já é esperado por muitos trabalhadores e deverá injetar R$ 211,2 bilhões na economia brasileira até dezembro, o equivalente a cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo estimativa divulgada hoje pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O dinheiro extra na conta pode ser um aliado em um período em que as despesas começam a aumentar. Mas é preciso ter cuidado para que os gastos de fim de ano não compliquem o orçamento.

Para o coordenador do curso de Ciências Contábeis e Gestão Financeira da Anhanguera de Osasco, Marco Antonio Cordeiro, é possível planejar as contas e ainda entrar em 2019 com dinheiro no bolso. “A palavra que deve estar presente todos os dias é planejamento. O ideal, é que todo trabalhador, faça um planejamento do seu 13º salário. Em primeiro lugar saber o valor líquido de recebimento, uma vez que a 1º parcela não possui desconto de impostos, e geralmente é paga no dia 30 de novembro, já a segunda parcela, paga em 20 de dezembro, incide desconto do INSS e IR, o que acaba sendo um valor menor que a 1º parcela. Com a informação do valor, é preciso dar um destino ao dinheiro, e é exatamente neste momento que precisamos fazer escolhas”, orienta.

Segundo ele, para fazer a escolha certa, o trabalhador deve fazer uma autoanálise de seu comportamento e emoções; e avaliar se tem uma reserva financeira, se pode poupar ou guardar e ter dinheiro ao longo do ano.

“Uma vez que se tem uma boa reserva, e se deseja comprar alguns produtos, a palavra de ordem é pesquisar. É preciso pesquisar os preços em diversas lojas, pela internet, ter domínio sobre as informações do produto, e então entra o momento de negociar. Toda venda à vista precisa ter desconto. Não é vergonha pechinchar, negociar, fazer ofertas; qualquer valor economizado poderá ser poupado/guardado”, recomenda.

O consumidor não se deve esquecer também dos impostos de início de ano, como IPVA e IPTU. “Se pagos com antecedência, sempre geram um bom desconto”, finaliza.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
http://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top