Associação Brasileira de Comércio Eletrônico se posiciona contrária à greve dos caminhoneiros que já causa aumento de custos logísticos

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), entidade que representa as lojas virtuais do País, considera gravíssima a paralisação dos caminhoneiros, que já afetam milhares de consumidores que dependem do serviços de transportadoras para receber as compras de produtos realizadas pela internet. A entidade cobra a pronta normalização, com o fim imediato das paralisações.

A greve dos caminhoneiros, que teve início no último dia 21 de maio, está afetando o trânsito de diversas transportadoras. A ABComm já tomou conhecimento de diversos produtos parados em diferentes localidades do País. “Já temos relatos de diversas empresas de logística com objetos parados em diferentes locais do Brasil. Diversos atrasos na entrega de mercadorias já são registrados e há um forte aumento de custos logísticos com reprogramação dessas encomendas. Os prejuízos para o setor, para os consumidores e para o país são incalculáveis”, afirma Mauricio Salvador, presidente da ABComm.

Continue lendo “Associação Brasileira de Comércio Eletrônico se posiciona contrária à greve dos caminhoneiros que já causa aumento de custos logísticos”

Vendas de imóveis novos crescem 23% em Curitiba e mercado dá sinais de recuperação

Em Curitiba, VGV aumentou 24,6%.

O mercado de lançamentos residenciais em Curitiba cresceu 23% no número de unidades vendidas no 1º trimestre de 2018, em relação ao mesmo período de 2017, totalizando 1.016 imóveis comercializados. Os dados da pesquisa mensal da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR), realizada em parceria com a Brain Bureau de Inteligência Corporativa, revelam que proporcionalmente ao volume de unidades vendidas, o Volume Geral de Vendas (VGV) comercializado no período aumentou 24,6%, totalizando R$ 394 milhões.

Para o presidente da Ademi/PR, Jacirlei Soares Santos, esse crescimento é um reflexo da mudança no panorama econômico nacional não apenas do ponto de visto do consumo, mas também da produção. “O controle da inflação, a redução dos juros para financiamento imobiliário com a queda histórica da Selic e a recuperação, ainda que lenta, dos níveis de emprego, criaram um cenário de confiança e maior adequação da renda para a compra do imóvel. Esse cenário de estabilidade também resgatou a confiança do empreendedor que vai retomando a produção, ou seja, lançando novos empreendimentos”, analisa.

Continue lendo “Vendas de imóveis novos crescem 23% em Curitiba e mercado dá sinais de recuperação”

Cinco tecnologias cada vez mais indispensáveis para o varejo

Walter Sabini Junior, sócio da FX Retail Analytics.

O avanço da tecnologia fez com que as redes de varejo começassem a se preocupar em como as novas ferramentas poderiam agregar e digitalizar seus negócios. Hoje, o papel do universo digital no cenário global de gestão de compras, determina, em grande parte, como os varejistas empreendem no mercado físico e como os consumidores interagem com as marcas.

“Os comerciantes no mercado brasileiro já entenderam que não há escapatória: modernizar seu modelo de negócio e acompanhar a evolução tecnológica para aprofundar a experiência de seus clientes são pré-requisitos para que a operação seja bem-sucedida”, avalia Walter Sabini Junior, sócio-fundador da FX Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento de fluxo e analise comportamental de consumidores no varejo físico.

Continue lendo “Cinco tecnologias cada vez mais indispensáveis para o varejo”

Paraná ganha duas novas lojas de franquia da marca Bend & Roll

A marca Bend & Roll, especializada em crepes franceses, panquecas, sucos, gelatos e açaí inaugura nos próximos dias duas novas lojas no Paraná – em Curitiba no dia 26 de maio e em Maringá na primeira semana de junho. As novas unidades consolidam a estratégia da empresa de avançar para as regiões Sul e Sudeste do Brasil. Atualmente, a marca tem lojas em Florianópolis, Santa Catarina, e em Cornélio Procópio, no Norte do Paraná.

Nascida há 11 anos em Florianópolis como uma creperia, foi ganhando corpo com a ampliação do mix de produtos até se tornar franquia, em 2016. Com as novas lojas, passa a ter três franquias e uma loja própria. “A experiência de uma década com produção de crepes – e nos últimos anos com a ampliação do mix para panquecas, sucos e gelatos – nos mostra que esse mercado está crescendo cada vez mais e se tornando competitivo com outras áreas do fastfood. O momento é de expansão”, explica o empresário Leonardo Recski, idealizador da marca.

Continue lendo “Paraná ganha duas novas lojas de franquia da marca Bend & Roll”

Empresas buscam alternativas para reduzir custos em viagens corporativas

Ao mesmo tempo em que a indústria de viagens corporativas está em plena expansão, as empresas de uma forma geral buscam alternativas para diminuir os custos e evitar prejuízos com o deslocamento de diretores e funcionários em viagens de negócios. Só para se ter uma ideia de como o setor empresarial é importante para o turismo, dados da Associação Latino Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas apontam que entre 60% e 70% das viagens domésticas no Brasil são feitas a serviço de empresas. No ano passado, por exemplo, a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas informa que o setor movimentou mais de R$11 bilhões, um aumento de 6,6% em relação a 2016. E a projeção é de um crescimento anual de 5,1% até 2021.

Mesmo assim, chegar a uma política de viagens ideal, tanto para a empresa quanto para os funcionários, ainda é um desafio. A verdade é que organizar uma viagem corporativa requer muita atenção e planejamento do gestor, sempre respeitando as políticas da empresa, sem deixar de lado a segurança e a tranquilidade do funcionário. Quando mal gerenciadas, essas despesas podem trazer prejuízos para as companhias, além de desgastes físicos e emocionais para os colaboradores.

Continue lendo “Empresas buscam alternativas para reduzir custos em viagens corporativas”