Tendências e dicas para melhor atendimento ao cliente no e-commerce

Para alcançar o sucesso no e-commerce, é necessário estar atento à evolução desse modelo com o surgimento de novas tecnologias. A Octadesk, startup desenvolvedora de sistemas voltados para gestão de relacionamento com clientes, listou tendências e dicas para agregar valor aos seus produtos. Confira:

1. Aliar varejo online e varejo offline

O mundo do varejo está sofrendo grandes transformações. Conforme o número de e-commerces cresce, as lojas físicas tendem a fechar. A dica para oferecer uma experiência completa para o seu cliente é aliar o varejo online e o offline. Algumas ferramentas possibilitam identificar se o cliente fica muito tempo parado na página de um determinado produto e oferecem a vantagem de saber exatamente o que ele procura. Com isso, a empresa consegue melhorar sua experiência de compra, oferecendo preços competitivos. Por isso, construa uma experiência fluída para o cliente, que integre varejo online e offline, seja por meio de redes sociais ou estratégias mobile usando geolocalização.

Continue lendo “Tendências e dicas para melhor atendimento ao cliente no e-commerce”

Movimento do comércio aumenta 2,7% em maio

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0% frente aos 12 meses antecedentes. Já na comparação mensal contra o mesmo mês do ano anterior, houve diminuição de 1,1%.

Desde novembro de 2016 o indicador do varejo vem gradualmente se recuperando quando observado na aferição acumulada em 12 meses, ainda que apresente um ritmo menor do que o esperado no início do ano. Contudo, para as próximas aferições aguardam-se resultados mais otimistas, uma vez que os efeitos da redução de juros, iniciada no terceiro trimestre de 2016, devem ser observados com mais intensidade, assim como uma melhoria dos níveis de renda, continuidade da redução do nível de preços, entre outros fatores.

Continue lendo “Movimento do comércio aumenta 2,7% em maio”

Comércio fatura 2,6% a mais com o Dia dos Namorados

Dados da Boa Vista SCPC mostram que em 2017 as vendas reais do comércio para o Dia dos Namorados aumentaram 2,6% quando comparadas a 2016, registrando a primeira elevação depois de dois anos consecutivos em queda. Em 2016, as vendas diminuíram 5,8% em relação ao mesmo período de 2015, enquanto em 2015 o resultado foi negativo em 0,5%.

Já o resultado do faturamento das vendas para o período, estimado em parceria com a FecomercioSP, foi de R$ 44 bilhões, já ponderando a elevação de 2,6% do período prévio à data comemorativa. Com isso, a diferença em relação ao mesmo período de 2016 foi de R$ 1,9 bilhão e, portanto, o faturamento total aumentou 4,5%.

Continue lendo “Comércio fatura 2,6% a mais com o Dia dos Namorados”

Varejo do Paraná tem redução de 3,6% em abril

O varejo do Paraná registrou queda de 3,6% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado. Os dados são da Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), que monitora mensalmente a evolução das vendas, formação de estoques, contratações e folha de pagamento.

Apesar do bom desempenho de alguns setores, tais como móveis, decorações e utilidades domésticas (33,12%), calçados (8,94%), lojas de departamentos (8,15%) e supermercados (2,99%), as vendas do comércio no Estado foram inferiores ao mesmo período de 2016 e também em relação a março, quando houve diminuição de 5,88%. Os feriados da Semana Santa, Tiradentes e do Dia do Trabalho reduziram a quantidade de dias úteis de abertura do varejo no mês de abril e influenciaram no volume mensal de vendas. No acumulado do ano, os varejistas paranaenses amargam perdas de 3,41%.

Continue lendo “Varejo do Paraná tem redução de 3,6% em abril”

E-commerce movimentará R$1,75 bi no Dia dos Namorados

O e-commerce deverá faturar R$1,75 bilhão no Dia dos Namorados, crescimento de 6% ante o mesmo período de 2016, aponta o monitoramento da Ebit, empresa referência em informações sobre o varejo eletrônico. A expectativa é de 4,180 milhões de pedidos, com tíquete médio de R$418.

A data, celebrada em 12 de junho, está entre as cinco mais importantes do calendário nacional do varejo eletrônico. “Apesar do aumento da instabilidade política, a economia permanece dando sinais de controle da inflação e melhores condições de crédito, por isso a expectativa para o e-commerce é positiva. O e-consumidor deverá ir além da ‘lembrancinha’ neste ano e investirá em itens de tíquete médio mais alto para presentear, como smartphones, tênis e perfumes”, afirma Pedro Guasti, CEO da Ebit.