84% das microempresas não têm acesso a financiamentos

Guilherme Afif defende parceria com as Fintechs.

O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, defendeu nesta quarta-feira (18), que o crédito das instituições financeiras de fomento seja canalizado para as micro e pequenas empresas, durante a assembleia da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE). Segundo Afif, pelo menos 84% das MPE não têm acesso a linhas de financiamentos, que são destinados apenas aos grandes negócios.

“Temos um sistema financeiro que não compete, um sistema robusto, mas concentrado em cinco instituições, sendo duas públicas e três privadas, mas que são grandes demais para operar com empresas de pequeno porte”, afirmou Afif. “Dentro dessa linha, estamos disponibilizando o fundo de aval do SEBRAE para as instituições de crédito e fomento que intensifiquem suas operações com as MPE”, acrescentou Afif.
Continue lendo “84% das microempresas não têm acesso a financiamentos”

Demanda das empresas por crédito cresce 5,8% no primeiro trimestre

A demanda das empresas por crédito cresceu 4,1% em março/2018 na comparação com o mesmo mês do ano passado, conforme apurou o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Com este resultado, a expansão da demanda empresarial por crédito subiu 5,8% no acumulado do primeiro trimestre de 2018, o melhor resultado dos últimos três anos.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a consolidação da retomada do crescimento econômico, combinada com a retração dos juros, tem estimulado a busca das empresas por crédito que, neste mês de março/18, cravou a sexta alta interanual consecutiva.

Continue lendo “Demanda das empresas por crédito cresce 5,8% no primeiro trimestre”

Pesquisa aponta alta na taxa de inadimplência do crediário em todo o País

O índice de inadimplência apurado pela MultiCrédito, em março, apontou variações nas taxas de pagamentos honrados e não efetuados. A análise do cenário é o aumento de 2,0% de inadimplência no crediário para o público masculino e para o feminino, sinalizando ainda que o consumidor com idade acima de 51 anos tem se mantido como os melhores pagadores, comparando com o mês de fevereiro, no País. O aumento da inadimplência do crediário pode estar relacionado com a alta do desemprego no Brasil – que, segundo divulgação do IBGE, no trimestre de dezembro a fevereiro, a taxa chegou a 12,6%.

Além disso, é levado em consideração o fato de que no primeiro trimestre, os compromissos financeiros das famílias ficam mais concentrados em função das despesas de início de ano com IPVA, IPTU, matrículas e material escolar, e eventuais despesas que podem ter aumentado no final do ano.

Continue lendo “Pesquisa aponta alta na taxa de inadimplência do crediário em todo o País”

Ofertas no mercado de capitais somam R$ 60,7 bilhões no primeiro trimestre e superam média dos últimos sete anos

As companhias brasileiras emitiram R$ 60,7 bilhões em valores mobiliários no primeiro trimestre de 2018. O volume supera os bons resultados registrados no mesmo período do ano anterior (R$ 60,5 bilhões) e também a média dos últimos sete anos para o mesmo período, de acordo com boletim da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) divulgado nesta quarta-feira (11).

As emissões se concentraram no mercado de renda fixa. As debêntures foram os instrumentos mais utilizados, representando 73% de todo o volume ofertado. Na sequência, aparecem os fundos imobiliários com 9%. Com a queda da taxa de juros e o benefício fiscal, esses produtos voltaram a se tornar atrativos para os investidores na busca por maiores rendimentos. Não à toa, a participação de pessoas físicas na compra de fundos imobiliários passou de 65,7%, no primeiro trimestre de 2017, para 75,9%, em 2018. Em terceiro lugar, aparecem as notas promissórias com 8%.

Continue lendo “Ofertas no mercado de capitais somam R$ 60,7 bilhões no primeiro trimestre e superam média dos últimos sete anos”

Estudo inédito mostra queda na inadimplência de impostos em empresas

O otimismo do pequeno empresário brasileiro pode ser medido na prática pela Equipo Gestão, empresa especializada em gestão de contratos e terceiros, que divulgou seu primeiro índice de inadimplência empresarial. Os dados, colhidos entre os meses de janeiro e fevereiro de 2017 e no mesmo período em 2018, mostram que houve uma melhora significativa no número de empresas que regularizaram sua situação e quitaram débitos com impostos estaduais e federais.

No primeiro bimestre de 2017, das mais de 29 mil empresas cadastradas no sistema da Equipo Gestão, 40,5% registravam problemas com pagamentos de impostos. Neste ano, nos mesmos meses, o índice caiu para 29,1%.

Continue lendo “Estudo inédito mostra queda na inadimplência de impostos em empresas”