41% dos inadimplentes têm pouco conhecimento sobre suas contas básicas

Se um consumidor acaba tendo seu nome inscrito em cadastros de inadimplência, será que ele tem noção de seus gastos, dívidas e possui algum comportamento adequado de educação financeira? O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) tentou buscar essas respostas através de uma pesquisa nacional e revela que o conhecimento dos rendimentos e das contas entre os inadimplentes não é expressivo para a grande maioria. O levantamento mostra que mais de um quarto dos entrevistados negativados declararam pouco ou nenhum controle de suas finanças: 47% sabem muito pouco ou nada sobre seus rendimentos e 41% sobre as contas básicas.

Além disso, 59% dos inadimplentes têm pouco conhecimento sobre os valores dos produtos e serviços comprados no crédito que seriam pagos no mês seguinte à pesquisa e sobre quais são eles (55%). O número de parcelas das compras feitas no crédito também é bastante desconhecido: 40% dos inadimplentes sabem muito pouco ou nada a respeito. “As contas básicas são justamente os gastos fixos, compromissos mensais e com valores normalmente pré-definidos como contas de água e luz, telefone, plano de saúde, aluguel, condomínio, parcelas do carro e escola dos filhos. Esses tipos de gastos são muito sensíveis a uma redução de receita, ocasionada, por exemplo, por uma situação de desemprego ou por outro imprevisto, já que as despesas vão continuar existindo, mas não haverá caixa para supri-las”, afirma a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti. “Dessa forma, é extremamente importante que o consumidor tenha controle sobre suas próprias contas e conheça o tamanho do próprio bolso”, pondera.

Continue lendo “41% dos inadimplentes têm pouco conhecimento sobre suas contas básicas”

Oi fecha mais de 1.400 acordos com credores

A Oi já fechou mais de 1.400 acordos com credores da Recuperação Judicial que aderiram ao Programa para Acordo com Credores para receber créditos até R$ 50 mil. O volume de créditos envolvido nos acordos firmados até agora passa de R$ 15 milhões. Até o momento, mais de 15 mil credores já se cadastraram para participar do Programa em todo Brasil. Do total de 55 mil credores da Oi, cerca de 53 mil têm a receber créditos até R$ 50 mil.

A adesão ao Programa está disponível para pessoas e empresas que constam da Relação de Credores publicada pelo Administrador Judicial, publicada em 29 de maio de 2017, e deve ser feita na plataforma eletrônica www.credor.oi.com.br. Caso o credor precise de apoio, 39 centros de atendimento foram disponibilizados pela Oi em todo o país (os endereços em cada estado estão disponíveis no website da Recuperação Judicial da Oi – www.recjud.com.br). Após o cadastramento e o envio da documentação pela plataforma eletrônica, a assinatura do termo de acordo será agendada em um dos centros de atendimento.
Continue lendo “Oi fecha mais de 1.400 acordos com credores”

Bolsa bate recorde e pode chegar aos 85 mil pontos até o fim do ano. É hora de investir?

Depois de bater três recordes seguidos nesta semana, a Bolsa de Valores brasileira voltou a ser destaque na modalidade investimento. O Ibovespa, que reúne as ações mais negociadas, fechou a quinta-feira (14) com queda de 0,18% atingindo 74.656 pontos crescendo. Porém, na quarta-feira (13), o Ibovespa atingiu sua pontuação máxima em 75.146 pontos. A expectativa é que o Ibovespa chegue a casa dos 85 mil pontos até o fim do ano.

Assim, surge a pergunta: chegou a hora de investir nessa linha de investimento? Para Reinaldo Domingos, Doutor em Educação Financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin)e da DSOP Educação Financeira, a resposta não é tão simples, mas alerta que esse tipo de investimento é de grande risco e necessita de conhecimento aprofundado, pois não é para amadores.

Continue lendo “Bolsa bate recorde e pode chegar aos 85 mil pontos até o fim do ano. É hora de investir?”

Inadimplência do consumidor tem queda de 3,1% em agosto

A inadimplência do consumidor caiu 3,1% em agosto, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC, considerando a avaliação com ajuste sazonal. Na análise acumulada em 12 meses (setembro de 2016 até agosto de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 2,1%. Nos valores acumulados no ano, a inadimplência ainda apresenta retração de 1,0% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Já quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016, o indicador apresentou 3,7%.

Continue lendo “Inadimplência do consumidor tem queda de 3,1% em agosto”

Tentativas de fraudes crescem 7,5% no primeiro semestre do ano

Segundo o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude, foram registradas 950.632 tentativas de fraude contra o consumidor brasileiro no primeiro semestre do ano. Isso representa uma tentativa a cada 16,5 segundos. Em relação ao mesmo período de 2016, quando foram constatadas 884.105 tentativas, o crescimento foi de 7,5%. A alta de 31,2% nos golpes contra o cidadão aplicados no setor bancário e financeiro foi a responsável por puxar o aumento geral das tentativas no semestre. Os setores de serviços e telefonia também registraram aumento de 5,8% e 1,0%, respectivamente. Já o Varejo e demais segmentos apresentaram queda no semestre.

Apesar de o setor de bancos e financeiras ter registrado a maior alta no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior, o segmento de telefonia foi o que mais teve tentativas entre janeiro e junho de 2017 (366.188) e registrou participação de 38,5% no total. Neste tipo de golpe, dados de consumidores são utilizados por criminosos para abertura de contas de celulares ou compra de aparelhos, por exemplo.

Continue lendo “Tentativas de fraudes crescem 7,5% no primeiro semestre do ano”