Setor de laticínios amarga perda de R$ 180 milhões por dia com a greve dos caminhoneiros

A Viva Lácteos (Associação Brasileira de Laticínios) alerta para a gravidade do impacto econômico para o setor de laticínios proveniente da paralisação dos caminhoneiros no Brasil, iniciada nesta semana. Diante do cenário atual, mais de 51 milhões de litros de leite por dia não estão sendo coletados no Brasil. O impacto financeiro desta paralisação já contabiliza R$ 180 milhões/dia para todo o Brasil.

Sem capacidade de armazenamento, e contando com a retirada de leite a cada 48 horas, produtores rurais e indústrias já contabilizam prejuízos. Além do leite, o desabastecimento de insumos, combustível, embalagens, dentre outros, já provoca a paralisação da produção em fábricas em todo Brasil.

Continue lendo “Setor de laticínios amarga perda de R$ 180 milhões por dia com a greve dos caminhoneiros”

Executivos que viajam para fora do país podem ser multados pela Receita Federal

Na contratação de serviços no exterior, a Receita Federal não fiscaliza somente empresas. Com o SISCOSERV – Sistema Integrado de Comércio Exterior de Serviços, Intangíveis e Outras Operações que Produzam Variações no Patrimônio – a regulamentação também se aplica à pessoa física. Qualquer aquisição de serviços no exterior que ultrapassem o valor de 30 mil dólares gasto no mês precisa ser informada. O sistema não se resume a um simples registro, trata-se de uma ferramenta de cruzamento de dados para a Receita Federal, e o não envio destas informações pode acarretar em altas multas.

De acordo com Marcia Hashimoto, diretora executiva da Infolabor Consultoria, quem gasta mais que isso, normalmente, são executivos em viagens ao exterior e, conforme determina a legislação, despesas com hospedagem, refeição e locomoção são considerados gastos pessoais e se enquadram na obrigatoriedade do SISCOSERV, devendo ser registrados no CPF da pessoa física. Porém, muitos destes executivos acreditam que, devido a empresa arcar com todos os custos, as notas e cobranças serão emitidas pelo CNPJ da companhia.

Continue lendo “Executivos que viajam para fora do país podem ser multados pela Receita Federal”

Caixa lucra R$ 3,2 bilhões no primeiro trimestre

A Caixa atingiu lucro líquido de R$ 3,2 bilhões no primeiro trimestre de 2018, avanço de 114,5% em relação ao mesmo período de 2017. O aumento do lucro foi gerado, principalmente, pelo avanço de 21,9% no resultado bruto da intermediação financeira, pelo crescimento nas receitas com prestação de serviços e pelo forte recuo nas despesas administrativas.

O resultado operacional alcançou R$ 4,4 bilhões, evolução de 132,5% em relação ao apurado no primeiro trimestre de 2017, proveniente dos esforços para aumento do relacionamento com clientes e do rigoroso controle das despesas administrativas, que geraram maior eficiência operacional.

Continue lendo “Caixa lucra R$ 3,2 bilhões no primeiro trimestre”

Cinco motivos para alugar em vez de comprar um carro

Alugar ou comprar um carro? Essa é uma pergunta que cada vez mais pessoas estão se fazendo no Brasil e no mundo. O trânsito caótico das grandes cidades e os custos de se manter um automóvel são apenas alguns dos fatores que contribuem para essa tendência. A Vai.Car, startup americana que simplifica e democratiza o aluguel de automóveis, tem como objetivo mudar a forma com que as pessoas se relacionam com os carros, fazendo com que passem a enxergá-los como um serviço e não um bem. O aluguel, no lugar da compra de um veículo, possui inúmeras vantagens. Confira algumas delas:

Investimento

Manutenção, documentação, seguro e IPVA geralmente estão incluídos no preço fixo das locadoras. Ao comprar um automóvel, o impacto financeiro é muito maior, pois é preciso arcar com todas essas despesas separadamente. Além disso, ainda existem os gastos eventuais, como custo da franquia do seguro, se for acionado, além do reparo do veículo em caso de defeito ou acidente. Não é preciso se preocupar com esses fatores com um carro alugado; basta ter uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) válida. As locadoras tradicionais ainda exigem comprovação de crédito. Já a Vai.Car oferece formas de pagamento diferenciadas, como boleto bancário ou dinheiro, e não exige depósito caução.

Continue lendo “Cinco motivos para alugar em vez de comprar um carro”

Papel da liderança jovem é tema de evento em Curitiba

A importância do jovem no universo das cooperativas e o papel da liderança na era da colaboração e da criatividade são alguns dos temas que estarão em debate nesta semana (22 e 23 de maio), em Curitiba. O 1º Summit dos Comitês Jovens do Sicredi – primeira instituição financeira cooperativa do Brasil – reunirá palestrantes de renome nacional para discutir o papel das gerações Y e Z na gestão das cooperativas de crédito e no mercado financeiro como um todo. O evento é destinado à liderança jovem das cooperativas e também públicos de interesse do Sicredi e visa estreitar o vínculo da instituição financeira com os jovens.

Com uma programação que mescla palestras e atividades práticas, o encontro contará com vários estudiosos do tema, que dividirão suas experiências com o público. Entre elas estão Eduardo Lyra, autor do livro Jovens Falcões, que narra a trajetória de 14 jovens empreendedores que mudam o mundo com seus projetos e iniciativas; Gustavo Caetano, jovem empreendedor e fundador da Samba Tech, plataforma online para a transmissão de vídeos corporativos, que já recebeu prêmios como o Business Insider e reconhecimento da Forbes; e Gisele Gomes, proprietária da Achieve Desenvolvimento, empresa de consultoria em assessoria executiva, relações internacionais e intercultura.

Continue lendo “Papel da liderança jovem é tema de evento em Curitiba”