Rede Spoleto abre nova franquia em Curitiba

Spoleto-ParmaCuritiba recebe mais uma franquia Spoleto, expandindo sua atuação em toda região Sul. Considerada a maior rede de culinária Italiana do Brasil, a nova loja chega à capital paranaense dentro do formato Spoleto 21, um sistema que agrega o conceito de sustentabilidade, incluindo aperfeiçoamento de práticas e atividades que vão desde o preparo dos pratos até a logística de descarte de resíduos. A loja é comandada pelas empresárias Gabriela Folador e Christiane Jansen, ambas com vasta experiência na área. As duas administram, além da franquia do Shopping Estação, também a loja do ParkShoppingBarigüi e aguardam a abertura de mais um restaurante localizado no Shopping Mueller.

O restaurante já está atendendo com uma deliciosa campanha, a Sabores de Parma, com produtos típicos da região italiana. O lançamento do menu premium reforça a missão do Spoleto de democratizar a alta gastronomia, introduzindo produtos gourmet da culinária italiana no cotidiano do restaurante e por um preço acessível.  Para isso, a rede visitou três fábricas na Itália a fim de viabilizar o projeto inédito de introduzir itens gourmet como o presunto cru nas praças de alimentação. Este cardápio também está sendo servido na loja do ParkShoppingBarigüi.

Com esta nova unidade, o Spoleto passa a contar com cinco lojas no Paraná e 12 em toda a região Sul, que respondem por 5% de toda a rede no país. Atualmente existem lojas em Curitiba (no ParkShoppingBarigui), Cascavel, Londrina e Maringá. A projeção de faturamento na região Sul é crescer 8% em 2013.

A unidade sustentável, intitulada Spoleto 21, objetiva reduzir custos e otimizar os processos – respeitando os três pilares da sustentabilidade –, ganhando em eficiência e rentabilidade. Sua implantação significa uma redução de 40% de água, com a utilização de novo sistema de lavagem dos utensílios, e de25% de energia, através de tecnologias diferenciadas para o preparo dos pratos; diminuição do quadro de funcionários com maior remuneração salarial da equipe e economia de 20% no custo das obras. Para obter esses números, o projeto exclui o consumo de gás, com implantação de fogão elétrico com tecnologia de indução, elimina produtos de limpeza nocivos ao meio ambiente e apresenta tratamento de lixo.

Expansão caseira impulsiona crescimento de franquias

A proliferação do número de franqueados, antes símbolo do crescimento de uma rede de franquias, em alguns casos vem sendo parcialmente substituída por outra forma de incremento dos negócios: a “expansão caseira”. São franqueados que já atuam na marca e partem para a sua própria expansão dentro da mesma rede, com a aquisição de segunda e até terceira unidades. A Spedini Trattoria Expressa, especializada em culinária italiana, é um exemplo de rede que tem experimentado essa tendência nos últimos tempos.

Romano Fressato NetoA rede, que possui 19 unidades em operação em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, conta cada vez mais com franqueados que investiram ou estão investindo em mais de uma loja. É o que aconteceu com o dono de uma franquia na capital paulista, que também possui uma unidade na região do ABC, e um franqueado em Santa Catarina, que possui duas unidades em Florianópolis, nos shoppings Iguatemi e Beiramar e negocia uma terceira, no Floripa Shopping. No Paraná, um franqueado que possui uma unidade em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, também se prepara para abrir sua segunda unidade da rede, no Pátio Batel, novo shopping curitibano. Em Brasília, o primeiro franqueado do estado já tem acordo firmado para a abertura de ao menos mais duas unidades no Distrito Federal. E no caso mais recente de expansão caseira, o investidor que traz a marca Spedini para Sorocaba já assina contrato com a aquisição de mais uma unidade.

“Esse modelo de negócio cada vez mais adotado por franqueados e franqueadores é extremamente interessante, já que, para os primeiros, propicia a otimização de custos e, como resultado, aumento considerável em sua lucratividade; para os segundos, a oportunidade de crescer com segurança e qualidade, tendo já bastante conhecimento dos empreeendedores que carregam sua marca. Trata-se de um jeito diferente, mas cada vez mais consistente de crescimento”, explica Romano Fressato Neto, gerente comercial da rede.

“Principalmente quando a unidade é pioneira na cidade ou no estado, os contratos, por interesse do próprio franqueado, têm sido feitos já para a abertura de mais de uma unidade. Eles observam que a curva de aprendizagem é muito menos acentuada, o que tende a acelerar o retorno do investimento das novas unidades”, afirma Fressato Neto.

Além da lucratividade do negócio, o bom momento vivido pelo segmento contribui para esse tipo de expansão. De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), esse modelo de negócio cresceu 16,2% em 2012, com faturamento de R$ 103 bilhões. O setor de alimentação foi um dos que registrou grande crescimento (18,3%).

Para a abertura de uma unidade da Spedini o investimento é de cerca de R$ 430 mil, sem contar o ponto comercial. O faturamento médio mensal de uma franquia é de R$ 110 mil e a rentabilidade varia de 12% a 20%.

Campo Largo ganha primeira franquia da DivulgaPão

divulga pãoA propaganda em sacos de pão, alternativa de mídia que tem feito muito sucesso pelo País, agora está disponível também em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. A novidade chegou em Campo Largo graças ao sócios Itamar e Jaqueline Sanita, que adquiriram a franquia da DivulgaPão em março desse ano e, desde então, passaram a comercializar os anúncios e a  montar uma rede de panificadoras parceiras para distribuição dos sacos de pão com propaganda na cidade.

Jaqueline conta que estava procurando um negócio próprio para investir e, com experiência profissional na área de vendas, enxergou na DivulgaPão uma ótima oportunidade para empreender. “O fato de morarmos próximo a Curitiba, cidade sede da empresa, facilitou muito o contato e nos motivou a acreditar ainda mais no negócio”, diz. De baixo custo em relação a outras mídias – cada um dos 32 espaços para anúncios são vendidos em média por R$ 500 -, a propaganda em sacos de pão, apesar de recente em Campo Largo, já conquistou os anunciantes da cidade. Em menos de um mês de operação, a franquia de Campo Largo distribuiu 30 mil sacos de pão com propaganda de 16 anunciantes em 17 panificadoras de todas as regiões da cidade. Além disso, segundo os sócios da nova franquia, outras 30 mil embalagens serão entregues aos consumidores nos próximos dias. A mídia em saco de pão tem agradado também às panificadoras, que recebem o saco de pão com propaganda gratuitamente.

“Além de ser um excelente meio de divulgação, o saco de pão da DivulgaPão é biodegradável e produzido com tintas atóxicas que reduzem o impacto ambiental. Assim, os anunciantes divulgam suas marcas e ainda ajudam a retirar milhares de sacos plásticos e panfletos do meio ambiente”, finaliza o sócio da franquia de Campo Largo, Itamar Sanita.

Franquias do setor automotivo geraram mais de 25 mil empregos diretos em 2012

A Rizzo Franchise,  maior empresa de pesquisas sobre o mercado de Franchising da América Latina acaba de divulgar o desempenho do setor Automotivo nas franquias no ano de 2012: mais de 25 mil novos empregos diretos foram gerados em diversos varejos de prestação de serviços em todo o país.  A pesquisa também apontou que o crescimento do faturamento gerado pelas franquias de serviços em 2012 foi de R$ 7 bilhões em relação ao faturamento de 2011. No ano passado, 1.743 novos franqueados iniciaram seus negócios neste setor e 6 novas empresas franqueadoras automotivas surgiram no mercado.

O grande crescimento do setor tem impulsionado empreendedores a escolher uma franquia automotiva, justamente pla grande demanda existente por serviços automotivos, que é proporcional ao crescimento da frota de veículos no país. “Depois do setor de Alimentação Fast Food, o setor Automotivo é o que mais emprega pessoas no franchising, explica Marcus Rizzo, especialista da Rizzo Franchise.