Grupo Prepara anuncia aquisição da Microlins, People e SOS e se torna a maior rede de franquias de educação profissional do país

Consolidada no mercado educacional, o Grupo Prepara, uma das maiores redes de franquias do país, acaba de adquirir as três marcas de ensino profissionalizantes: Microlins, People e SOS. Com essa aquisição, a empresa se posiciona no mercado como MoveEdu, sendo responsável pela unificação do grupo juntamente com as marcas Prepara Cursos (cursos profissionalizantes); Programas Educacionais Ensina Mais Turma da Mônica (apoio escolar); e as redes de idiomas para o público adulto e infantil English Talk e Pingu’s English. Os valores da aquisição não serão divulgados.

A MoveEdu nasce como líder do segmento e passa a ser a maior rede de ensino profissionalizante do país em número de escolas. Atualmente, são 1,2 mil unidades franqueadas, cerca de 400 mil alunos e mais de 90 opções de cursos nas áreas de Saúde, Informática, Administração, Turismo e Hotelaria, Idiomas, Cursos preparatórios, como Enem e Concursos Públicos, e cerca de milhões de alunos formados. A meta é levar qualificação profissional a um número muito maior que o atual já nos próximos cinco anos. A rede, que fechou 2016 com um faturamento de R$ 300 milhões e com a aquisição dobra de tamanho.
Continue lendo “Grupo Prepara anuncia aquisição da Microlins, People e SOS e se torna a maior rede de franquias de educação profissional do país”

Empresas e investidores podem ampliar área de atuação nos Estados Unidos através do E2

O E2 é um visto temporário e concedido por dois a cinco anos. Essa modalidade foi criada para que cidadãos de países que têm tratado de navegação e comércio com os Estados Unidos, possam trabalhar e viver no país com suas famílias, durante dois ou até cinco anos, mediante algum tipo de investimento.

A maioria dos países que compõe a comunidade europeia, com exceção de Portugal, possuem essa parceria. Além da cidadania italiana, comum a maioria dos brasileiros, o solicitante precisa ter um capital em torno de 120 a 150 mil dólares. ” A partir deste valor, já é possível começar a planejar que tipo de negócio esse investidor vai iniciar nos Estados Unidos”, afirma Daniel Toledo, advogado especialista em direito de imigração e diretor da Loyalty consultoria.

Continue lendo “Empresas e investidores podem ampliar área de atuação nos Estados Unidos através do E2”

Qualidade de atendimento ao cliente já evoluiu, mas é ainda o principal motivo de reclamação dos consumidores

A qualidade de atendimento ao cliente embora tenha melhorado ao longo dos últimos anos, continua sendo um dos maiores motivos de reclamação dos consumidores, principalmente quando se fala sobre o tempo de espera. Aliás, as mais recentes pesquisas apontam que 80% dos consumidores brasileiros demonstram algum nível de insatisfação com relação ao tempo de espera, embora este tempo tenha diminuído 57%, em média, entre os anos 2015 e 2016.

A verdade é que hoje temos um novo tipo de consumidor, mais atual, superconectado e, consequentemente, muito exigente e ansioso. Este consumidor quer soluções rápidas, respostas diretas e o mesmo nível de serviço em todos os canais de comunicação ao seu alcance. E as empresas, para conseguir atender essa demanda, precisam estar preparadas para todo perfil de cliente e atuar com excelência em todos os seus canais.

Continue lendo “Qualidade de atendimento ao cliente já evoluiu, mas é ainda o principal motivo de reclamação dos consumidores”

Startups recebem dicas sobre internacionalização de negócios

Estudar minuciosamente o mercado no qual se quer investir e estabelecer parcerias locais. Esses são dois aspectos importantes que devem ser levados em consideração pelas startups brasileiras interessadas em investir em outros países. As dicas são do diretor educacional da Associação de Startups e Empreendedores Digitais do Brasil (Asteps), André Eloy, que participou, nesta quarta-feira (15), do painel “Pensando literalmente: fora da caixa, fora do Brasil”, promovido pelo Sebrae em um estande montado para receber o público da primeira Campus Party Brasília. Por exemplo, uma viagem ao local onde o empreendedor quer investir esforços ajuda a entender melhor a cultura local, algo essencial para propor produtos que podem ter apelo no mercado.

“É importante também não procurar mercados muito saturados e ficar atento a questões econômicas, como a inflação”, alerta Eloy, que dividiu o tempo de apresentação com Hugo Giallanza, presidente da Asteps – Associação de Startups e Empreendedores Digitais, e com Leonardo Resende, da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF).
Continue lendo “Startups recebem dicas sobre internacionalização de negócios”

Grupo Conversas Entre Mulheres reúne profissionais para discutir o Plano B de suas carreiras e negócios

Mulheres que querem adotar um Plano B em suas carreiras.

Em períodos de crise, com o desemprego em alta, ter um plano B pode ser uma boa opção. Mas tem muito profissional bem empregado, porém descontente com a sua carreira e com a rotina do dia a dia e está disposto a adotar um Plano B para dar uma virada de 180 graus em sua vida. Estes foram alguns dos motivos que levaram cinco executivas de Curitiba, que tinham carreiras bem-sucedidas, mas sentiam a necessidade de se reinventar, a criar o grupo Conversas entre Mulheres, que já há quase dois anos se reúne a cada dois meses e tem como mote “escolhas conscientes para resultados espetaculares”.

Eu conversei com a Izabella Brain, que é uma das criadoras do grupo. Ela me contou que deixou para trás uma carreira de 20 anos como advogada, quando percebeu que o mundo onde vivia era um sistema que não funcionava de acordo com o que tinha estudado e então decidiu mudar completamente o seu rumo profissional, colocando em prática o seu Plano B. Izabella se associou a Andreia Xavier, que também ajudou a criar o Conversas entre Mulheres e trocou o mundo do Direito por uma nova carreira na área de consultoria de estilo e imagem e hoje está muito feliz.  Izabella adverte que a troca por um Plano B muitas vezes resulta, no início, na diminuição de rendimentos. Por isso, antes é fundamental fazer um bom planejamento e diminuir as despesas.

Continue lendo “Grupo Conversas Entre Mulheres reúne profissionais para discutir o Plano B de suas carreiras e negócios”