L´Oreal Professionnel cria instituto de capacitação no Brasil e exporta para vários países

O Instituto L´Oreal Professionnel, projeto da multinacional francesa criado para capacitação de profissionais de beleza e que surgiu no Brasil em 2010, será agora exportado para outros países. Neste ano serão inauguradas unidades em Dubai, na África do Sul, Panamá e Chile. Hoje existem três unidades no país – duas no Rio e uma em São Paulo.

Neste ano o Instituto LP abrirá também novas escolas no país: a segunda em São Paulo, no bairro do Butantã, e a próxima cidade depois de Rio e São Paulo que receberá a escola será Curitiba, em junho deste ano, pois a L’Oréal Professionnel acredita que a capital paranaense é uma praça em potencial para formar grandes profissionais de beleza. Na sequência, a inauguração será em Belo Horizonte. O instituto deverá inaugurar, ao todo, dez unidades até o fim de 2014 no Brasil. Segundo o diretor do Instituto LP, Richard Klevenhusen, o objetivo é formar cabeleireiros profissionais que levarão o certificado e todo o know how da marca francesa.

BTG Pactual abre escritório em Curitiba

O BTG Pactual, principal Banco de investimentos da América Latina, com 30 anos de experiência nos mercados brasileiro e internacional., inaugura nesta quinta-feira (9), seu escritório em Curitiba.  A nova unidade, localizada no Centro Cívico, é o sétimo escritório regional do Banco no País (fora do eixo Rio-SP) e reforçará sua atuação na região Sul, onde já há um escritório em Porto Alegre (RS).

Os clientes do novo escritório terão acesso a um amplo portfólio de produtos e serviços em cada uma de suas áreas de negócios: Investment Banking, Asset Management, Wealth Management, Corporate Lending e Sales&Trading.  Para 2013, está prevista ainda a abertura de novos escritórios, como parte da estratégia do BTG Pactual de aumentar a sua capilaridade nas diferentes regiões brasileiras.

Rede de hotéis do Paraná investe R$ 15 milhões em novo empreendimento

Hotel SlavieroA cidade de São Carlos, no interior de São Paulo, prepara-se para receber uma nova unidade da Rede Slaviero de Hotéis. O empreendimento é voltado para um exigente público corporativo e recebeu injeção de capital de R$ 15 milhões, com estimativa de empregar mais de 140 pessoas, entre colaboradores diretos e indiretos. “Investimos na ideia deste projeto, pois verificamos a necessidade de atender a demanda já existente na cidade, conhecida como a Capital do Conhecimento e a Capital Nacional da Tecnologia”, explica o diretor de expansão da rede, Eraldo Santanna.

Para atender este público corporativo com excelência, o Slaviero Executive São Carlos possui um perfil superior de serviços e instalações, além de uma novidade inusitada: a utilização de um avião desativado como apartamento, adaptado para se transformar em uma suíte executiva, com uma pequena sala de reuniões corporativas. “Nossa estrutura de lazer irá contar ainda com piscina adulto e infantil, área de fitness, quadra poliesportiva e quadras de tênis, badminton, minicricket e minigolf”, destaca Santanna.

Localizado próximo ao Parque Delta, na Rodovia Washington Luís, o empreendimento é uma parceria entre a Rede Slaviero e investidores da cidade. O hotel oferecerá 93 unidades habitacionais (entre apartamentos e suítes) e contará com centro de convenções para eventos corporativos e sociais em espaço anexo ao hotel. A rede não trabalha com a escala de estrelas e possui características próprias para cada categoria que administra, sendo esta classificada como superior. Em um comparativo, o hotel corresponderia a um padrão de 4 estrelas.

São Carlos é um dos municípios brasileiros que mais crescem e prosperam na economia nacional, com uma rica atividade agrícola e industrial, com bases de empresas como Faber-Castell, Electrolux e Volkswagen. Com mais de 220 mil habitantes, sua localização privilegiada (a apenas 250 km da cidade de São Paulo) e a presença de algumas das mais importantes universidades do país, São Carlos recebe mensalmente milhares de executivos de multinacionais e agronegócios.

Eismann se consolida em Curitiba e expande negócios

A Eismann, líder no mercado europeu de alimentos ultracongelados e primeira do Brasil com atuação na venda direta de alimentos, está investindo R$ 25 milhões no plano de expansão da empresa. Segundo Michael Jennissen, diretor de Operações do Grupo Eismann no Brasil, depois de se consolidar em Curitiba, empresa irá atuar em Santa Catarina, Norte e Sudoeste do Paraná e já estuda novos negócios em outras cidades no Paraná. “Iniciamos as nossas operações em Curitiba com um investimento de R$ 3,5 milhões. Agora, depois de termos escolhido a capital paranaense como o primeiro lugar de atuação fora da Europa, estamos preparados para novos mercados”, diz.

Segundo o diretor de Operações do Grupo Eismann no Brasil, os novos investimentos da marca alcançarão R$ 150 milhões nos próximos dez anos e o objetivo da empresa é aproximar a operação brasileira dos números da matriz alemã, que fatura perto de 250 milhões de euros (R$ 650 milhões) anuais.

Especialistas norte-americanos debatem oportunidades de negócios inovadores com empresários brasileiros

Linda GriffithOnze especialistas do Massachusetts Institute of Technology (MIT) participarão do Challenge of Innovation 201, que ocorre nesta terça (7), e quarta-feira (8), em São Paulo. O grupo debaterá as novas fronteiras e a visão de futuro de quatro setores estratégicos (energia, life science, ciência de materiais e negócios digitais) – áreas em que o instituto tem destaque internacional. As palestras são abertas à imprensa.

Entre os palestrantes está Linda Griffith (foto), que ficou mundialmente conhecida após criar uma orelha humana nas costas de um rato, e Joichi Ito, diretor do Media Lab, laboratório do MIT que reúne mais de 400 projetos, incluindo o carro do futuro e sociabilização de robôs para acompanhar a saúde das crianças ou dos idosos. Ito discutirá também uma nova tendência global da economia chamada sharing economy, em que o acesso é mais importante do que a posse dos bens. Por isso, compartilham-se carros, roupas de crianças, sofás e até apartamentos em plataformas online. Estima-se que esses negócios tenham potencial de mercado no valor de US$ 110 bilhões.

Promovido pela Fundação CERTI (Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras), de Santa Catarina, e pelo Industrial Liason Program do MIT (ILP-MIT), o Challenge of Innovation 2013 conta com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O evento segue os moldes de conferências internacionais do Industrial ILP-MIT, que trabalha para aproximar e integrar empresas de todo o mundo com instituições de ciência e tecnologia, universidades e grupos de pesquisa com o objetivo de gerar conhecimentos, tecnologias e soluções para grandes desafios globais.