Custo com crimes virtuais é maior no setor de Serviços Financeiros

O custo para gerir e conter ciberataques em empresas de serviços financeiros é mais alto do que em qualquer outro setor. Além disso, o número de incidentes triplicou ao longo dos últimos cinco anos, segundo estudo da Accenture (NYSE: ACN) e do Ponemon Institute.

O relatório Cost of Cyber Crime Study analisa os custos gerados pelos crimes cibernéticos e aplica uma metodologia de comparaçção ano a ano. A conclusão é que o custo médio desse tipo de ocorrência em empresas de serviços financeiros do mundo todo cresceu mais de 40% ao longo dos últimos três anos, saltando de US$ 12,97 milhões por empresa em 2014 para US$ 18,28 milhões em 2017 – número significativamente maior do que o custo médio de US$ 11,7 milhões por empresa entre os demais setores analisados pelo estudo. A análise focou os custos diretos dos incidentes e não inclui os custos de remediação ou investimentos de longo prazo.
Continue lendo “Custo com crimes virtuais é maior no setor de Serviços Financeiros”

Lojas virtuais devem se preparar para aumento de tráfego com início da temporada de sazonalidades do varejo

Com projeções cada vez mais otimistas, o varejo digital se consolida como uma das melhores áreas para se investir. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) ela deve atingir o faturamento de R$ 69 bilhões em 2018, consolidando alta de 15% em relação ao ano anterior. Com isso, o setor se coloca na mira de criminosos e ativistas virtuais, que podem frustrar as expectativas tanto dos consumidores quanto dos lojistas, especialmente nas datas sazonais.

Iniciados em maio, com o Dia das Mães, os períodos de maior fluxo são representados pelo Dia dos Pais, em agosto; das Crianças, em outubro; Black Friday e Cyber Monday, em novembro; e, em dezembro, Natal. Nestes períodos, o número de visitantes nas lojas eletrônicas cresce exponencialmente. Para se ter uma ideia, dados da ABComm indicam que ao todo movimentaram aproximadamente R$ 17 bi, criando grandes oportunidades comerciais para os lojistas e um cenário perfeito para os cibercriminosos que buscam maneiras de causar danos cada vez maiores aos estabelecimentos.

Para dimensionar o prejuízo potencial dessas datas, uma pesquisa do Google Brasil constatou que cada minuto fora do ar, uma loja perde mais de 5 mil acessos, totalizando mais de 300 mil visitantes impactados por hora de indisponibilidade. O estudo foi realizado em um período de Black Friday, que é a maior data do e-commerce nacional. Porém, estes cenários podem ser facilmente aplicados às realidades das outras datas comemorativas. Sendo assim, o investimento em tecnologias que garantam a operação em todas as etapas passa a ser fundamental para converter o máximo possível.

App reduz em 88% tempo com reembolso de despesas corporativas

Um dos grandes problemas que as empresas enfrentam – sejam elas pequenas, médias ou grandes – é a organização de reembolso de despesas e de quilometragem. E isso vai desde um almoço com cliente, gastos com taxi e viagens. Grande parte das companhias ainda faz o processo manual, reúne recibos e coloca um a um no sistema ou em uma planilha– processo demorado e suscetível a falhas.

Um aplicativo facilita gestão das despesas de viagens corporativas. Chamado VExpenses (www.vexpenses.com), o app tem mais de 15 mil usuários e resolve o problema da prestação de contas – economizando o tempo de gestores, funcionários e evitando fraudes.

Continue lendo “App reduz em 88% tempo com reembolso de despesas corporativas”

Nuvem Shop inova e testa se empreendedores têm perfil para montar um e-commerce

O mercado de e-commerce vem ganhando destaque na economia brasileira. E quando o assunto é a Feira do Empreendedor 2018, o maior encontro de empreendedores do país, é impossível não contar com a presença de uma das principais plataformas de e-commerce da América Latina: a Nuvem Shop.

Neste ano, a empresa traz uma proposta inovadora aos visitantes da feira. Trata-se do conceito “Deu Match”, que visa descobrir se o empreendedor da feira realmente tem perfil para abrir um e-commerce e que perfil é esse. Com uma experiência 100% mobile, a Nuvem Shop apresenta também as últimas novidades do mercado, como casos de sucesso de clientes que já iniciaram vendas pelo Instagram, além de protótipos exclusivos para acompanhar as últimas tendências tecnológicas. “Queremos que os empreendedores se apaixonem e estabeleçam relacionamentos sérios com os seus negócios. Estamos propondo uma experiência lúdica e completa, que vai ajudar a identificar o momento de cada empreendimento e também os frutos que ele pode gerar. É quase um aplicativo de paquera que vai levá-los até o amor de suas vidas profissionais”, explica Dannie Karam, Gerente de Marca da Nuvem Shop.

Continue lendo “Nuvem Shop inova e testa se empreendedores têm perfil para montar um e-commerce”

Tecnologia impactará varejo nos próximos anos

A Cognizant, uma das empresas líderes mundiais em tecnologia e negócios, apresenta um estudo sobre o futuro do varejo e aponta as principais tendências que vão impactar o setor nos próximos anos. Até 2025, a distinção entre loja física e on-line deverão desaparecer. Uma vez que os consumidores buscam uma satisfação em tempo real de suas necessidades de consumo, o conceito de loja online deverá sobreviver apenas como recurso de retaguarda no gerenciamento das transações. E os espaços físicos terão uma redução em tamanho e em quantidade de lojas.

Tecnologias como realidade virtual, inteligência artificial e internet das coisas terão forte impacto no varejo e em prover experiências de compra personalizadas. “O objetivo do estudo é fornecer uma perspectiva provocativa sobre o ecossistema do varejo e quais ações os varejistas devem tomar para continuarem relevantes, diante da forte ascensão das compras por dispositivos móveis e da mudança expressiva no comportamento e nas decisões de compra do consumidor.” afirma Roberto Wik, diretor de Produtos e Resources da Cognizant.

Continue lendo “Tecnologia impactará varejo nos próximos anos”