Afastamento de profissionais por doenças do trabalho cresce 25% no Brasil

O afastamento do trabalho por problemas de saúde ainda é uma realidade crescente no Brasil. De acordo com dados recentes do Anuário do Sistema Público de Emprego e Renda do Dieese compilado a partir de informações do Ministério do Trabalho, em 2015, foram contabilizados 181,6 mil casos de natureza diretamente relacionada ao ambiente profissional – o que representa uma alta de 25% comparado aos dez anos anteriores. Atenta a este cenário, a Bioqualynet – empresa do Grupo Porto Seguro especialista em saúde ocupacional e segurança do trabalho – lista as principais causas que afastam os funcionários de seus ofícios, e dá dicas de cuidado e prevenção para um dia a dia de trabalho com mais saúde e qualidade. Confira:

Acidentes de trabalho:

Os acidentes são as maiores causas de afastamento: de acordo com o Anuário do Dieese, ocorrências deste tipo afetaram 337,7 mil pessoas em 2015, o que equivale a 3,9% casos a mais do que há dez anos. “Fraturas, cortes e lesões são alguns dos exemplos mais comuns, e a falta de instrução ao funcionário combinada a não utilização dos equipamentos de proteção individual (EPIs), imprudência, maquinários e ferramentas em condições inadequadas são algumas das causas”, alerta Yuri Fernandes, Analista em Segurança do Trabalho da Bioqualynet.

Continue lendo “Afastamento de profissionais por doenças do trabalho cresce 25% no Brasil”

Mulheres dominam altos cargos no setor de TI

Não é de hoje que as mulheres estão tomando conta do mercado – ainda mais em um universo considerado tão masculino como o mundo da tecnologia. Não é raro encontrar nas empresas que lidam com tecnologia mulheres como gerentes e diretoras – e isso não significa que os homens estejam perdendo o seu espaço, mas sim que a força de trabalho feminina está conseguindo mostrar que cargos antes caracterizados como masculinos também podem ser ocupados por elas.

Para Melissa Góis, diretora comercial da Ewave, grupo israelense que é um dos principais fornecedores de serviços de soluções de tecnologia do País, as mulheres acabam sendo mais caprichosas nos detalhes, trazendo assertividade para qualquer atividade. “Isso não percebemos apenas em cargos como gerência e diretoria. A presença feminina desce a escala para os empregos mais corriqueiros também. Eu não sinto preconceito por parte das pessoas. As pessoas que estão nessas posições têm a mente mais aberta.”

Continue lendo “Mulheres dominam altos cargos no setor de TI”

Como começar o ano de emprego novo? Confira algumas dicas

Atualizar o currículo é fundamental.

Final de ano é época de rever os objetivos alcançados no ano que passou e traçar as metas para os próximos 12 meses. No topo do ranking estão os tópicos relacionados com a realização pessoal e, claro, o sucesso profissional. Conseguir uma nova oportunidade de trabalho ou mudar de emprego lideram as listas de resoluções de ano novo. Mas, para isso, os candidatos precisam atualizar o currículo, conhecer e desenvolver suas habilidades sociais e investir em autoconhecimento.

“Fazer um balanço dos resultados obtidos em 2017 é um bom começo para planejar o próximo ano. Mensurar os resultados obtidos ajuda a avaliar as forças e também conhecer melhor as limitações. Depois dessa análise é preciso estabelecer os objetivos para o novo ano e definir a melhor estratégia de posicionamento profissional. O planejamento serve para prever o futuro e deve preceder a ação, mas é na prática que os resultados são construídos”, explica a coordenadora do Opet Placement da Faculdade Opet, Dâmaris Cristo.

Continue lendo “Como começar o ano de emprego novo? Confira algumas dicas”

Reforma da Previdência: se aprovada, o que muda para cada faixa etária e quem pode ser prejudicado

Recentemente, uma nova proposta de reforma da Previdência foi apresentada ao Congresso. A nova versão – que é mais enxuta que a anterior – ainda está em discussão e passará por votação. O cenário está dividindo opiniões, segundo Átila Abella – advogado especialista do Previdenciarista (previdenciarista.com/), plataforma de conteúdo que auxilia a atualização do advogado previdenciário – a reforma, como está proposta, apresenta pontos críticos que desfavorecem a aposentadoria dos contribuintes de camadas sociais mais carentes e coloca em risco os benefícios da população.

Dentre as principais mudanças, está a extinção do benefício de aposentadoria por tempo de contribuição, tendo em vista que a aposentadoria deverá obedecer idades mínimas: 62 anos para mulheres e 65 para homens, com regra de transição até 2038. Além de impor idade mínima, há previsão na proposta de aumento da idade mínima se ocorrer aumento da expectativa de sobrevida brasileira, o que gera enorme insegurança aos segurados, podendo tornar inalcançável a aposentadoria para muitos.

Continue lendo “Reforma da Previdência: se aprovada, o que muda para cada faixa etária e quem pode ser prejudicado”

Ocupação entre os jovens aumenta 3,1% no terceiro trimestre

Embora a taxa de desocupação dos mais jovens (18 a 24 anos) continue sendo a mais elevada, a ocupação deste contingente de trabalhadores aumentou consideravelmente no terceiro trimestre – alta de 3,1% na comparação com o mesmo período de 2016, melhoria inferior apenas à registrada pelo grupo com mais de 60 anos, de 9,1%. É o que mostra a seção Mercado de Trabalho da Carta de Conjuntura do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), lançada nesta quinta-feira, 14. O estudo utiliza os microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, do IBGE, para fazer uma análise detalhada da dinâmica recente do mercado de trabalho brasileiro.

A redução da taxa de desemprego, percebida de forma generalizada, só não foi mais significativa pelo aumento expressivo da população economicamente ativa (PEA), que, entre os jovens, apresentou variação interanual de 4,3% no terceiro trimestre. “Tem mais gente ocupada, o que é uma boa notícia. Mas, como muita gente que não estava procurando emprego passou a procurar, isso tem impedido que a taxa de desocupação caia mais rapidamente”, explica a pesquisadora do Ipea e uma das autoras do estudo, Maria Andréia Lameiras.

Continue lendo “Ocupação entre os jovens aumenta 3,1% no terceiro trimestre”