Para se manterem fortes no mercado, empresas precisam apresentar diferenciais que sejam reconhecidos pelo público consumidor

Em um mercado cada vez mais competitivo e repleto de empresas que vendem os mesmos produtos e oferecem os mesmos serviços, é fundamental pensar nos diferenciais de um negócio. Aliás, é muito comum hoje os donos ou mesmo responsáveis por uma empresa serem indagados com frequência sobre os diferenciais oferecidos pela organização. .

A verdade é que a alta competitividade pressiona empresas e negócios, fazendo com que boa parte dos concorrentes busque equilibrar forças e estratégias. Porém, se não houver diferença entre os concorrentes, certamente o cliente irá buscar o produto ou serviço com menor preço, consumindo as margens de lucro esperadas pela empresa. Em resumo, o mercado acaba se assemelhando ao das commodities, onde a única distinção é o preço e o cliente tem a percepção de que tudo é a mesma coisa.

Continue lendo “Para se manterem fortes no mercado, empresas precisam apresentar diferenciais que sejam reconhecidos pelo público consumidor”

Pequenos negócios são a principal porta de entrada para o primeiro emprego

Vitor Roberto Tioqueta, diretor do Sebrae/PR.

Pesquisa inédita realizada pelo Sebrae a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de 2017, aponta que as micro e pequenas empresas (MPE) são a principal porta de entrada para o mercado de trabalho formal no País. No Paraná, conforme mostra o levantamento, os pequenos negócios deram a oportunidade do emprego para 57,9 mil pessoas que assinaram a carteira de trabalho pela primeira vez, o que representa 59% do total de 97,9 mil contratações. Já as médias e grandes empresas (MGE) absorveram 41% dessa mão de obra, com a geração de 39,9 mil postos de trabalho.

A pesquisa detalha que os pequenos negócios, no Paraná, acolheram mais trabalhadores do sexo masculino, com um total de 31,8 mil contratados. Já público feminino ocupou nas micro e pequenas empresas 26 mil novos postos de trabalho. Nas médias e grandes empresas as contratações do sexo masculino também foram maioria, representando 54% do total.

Continue lendo “Pequenos negócios são a principal porta de entrada para o primeiro emprego”

Franquias de baixo investimento e rápido retorno atraem cada vez mais empresários

Tarcísio Marchiorato.

Em cada 100 brasileiros, 36 são empreendedores. Ou seja, são quase 50 milhões de pessoas que já empreenderam ou realizaram algum movimento para dar início ao tão sonhado negócio próprio no futuro próximo. Esses dados estão no mais recente relatório do “Empreendedorismo no Brasil”, do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Na preferência entre os que buscam abrir o próprio negócio, destaca-se a modalidade de franquias, um jeito de investimento que oferece mais segurança aos empreendedores. O destaque são as franquias de baixo investimento inicial, opção compatível tanto para complemento de renda, como para ser a principal atividade do empreendedor. Elas são encaradas ainda como um bom negócio para investidores em busca de bons retornos. De acordo com pesquisas da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento do setor foi 8% maior que 2016 e a projeção para 2018 é manter o mesmo ritmo de crescimento.

Continue lendo “Franquias de baixo investimento e rápido retorno atraem cada vez mais empresários”

Quatro projetos paranaenses são selecionados em programa de empreendedorismo do Instituto TIM

De um aplicativo de compra e venda de moedas estrangeiras entre pessoas físicas até uma turbina eólica de baixo custo. Uma máquina automática de milk-shakes acionada por tablet e um equipamento autônomo para aplicação de defensivos agrícolas, passando por um dispositivo eletrônico de mobilidade inteligente para cegos. Esses são alguns dos projetos selecionados para a quarta edição do Academic Working Capital, programa de empreendedorismo universitário do Instituto TIM.

Para a edição de 2018, foram selecionadas 32 equipes de faculdades de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Bahia. Ao todo, quatro projetos paranaenses foram selecionados: NextCam, sistema embarcado de monitoramento e detecção de pedestres por imagem em tempo real, desenvolvido por estudantes de Engenharia Elétrica da UFPR; Avalie, que facilita a realização de orçamentos e cotações com fornecedores, feito por alunos de Engenharia Civil da UFPR e da Faculdade Evangélica do Paraná; Smart Aging, sistema para monitoramento remoto de idosos com foco no cuidado e qualidade de vida, criado por alunos de Engenharia Elétrica da UFPR; e Habitações Modulares para Campo, que oferece infraestrutura habitacional para ambientes na natureza através da construção modular e é desenvolvido por estudantes de Engenharia Civil da UFPR.

Continue lendo “Quatro projetos paranaenses são selecionados em programa de empreendedorismo do Instituto TIM”

MEIs, micros e pequenas empresas terão a oportunidade de retornar ao Simples Nacional e exercer suas funções de maneira regular com novo Refis

MEIs, micro e pequenas empresas excluídas em janeiro do Simples Nacional por dívidas tributárias terão agora uma oportunidade para retornarem ao regime. A decisão que teve aval positivo na Câmara dos Deputados neste último dia 10 de julho, beneficiará aproximadamente 470 mil empresas.

Com a adesão ao Refis (Programa de Regularização de Dívidas Tributárias) as empresas que aderirem ao programa, além da possibilidade de retornarem ao regime do Simples Nacional, poderão ser beneficiadas em até 90% de desconto com a renegociação das inadimplências. Cada categoria terá um tipo de parcelamento, e para tanto, o MEI poderá contar com a parcela mínima de R$ 50. Já as micro e pequenas empresas poderão realizar o parcelamento com um valor mínimo de R$ 300.

Continue lendo “MEIs, micros e pequenas empresas terão a oportunidade de retornar ao Simples Nacional e exercer suas funções de maneira regular com novo Refis”