Preço do boi despenca

Frigoíficos aproveitaram o momento de turbulência no setor de carnes para pressionar o mercado, e a arroba do boi despencou em todo o País. Em algumas praças, como em Goiá¢nia a desvalorização já chega a 14%. Não há praticamente negócios sendo realizados, mas a avaliação de analistas, é a de que mesmo com o embargo da União Européia (UE) á  carne in natura do Brasil, não há espaço para esse nível de recuo de preço.

O analista da Scot Consultoria, Fabiano Tito Rosa, prevê que  o movimento dos frigoíficos não vai durar muito, no máximo, até um pouco após o carnaval. Segundo ele, pode ser que, precisando fazer um pouco de caixa, o pecuarista ainda venda alguma parte nessa volta do carnaval. Mas, a situação não deve perdurar por muito tempo, pois a relação de oferta de boi com a demanda interna ainda continua justa, mesmo com a saída da UE.

Abertas inscrições para o MBA Indústria

Estão abertas até 15 de fevereiro as inscrições para a segunda turma do curso MBA Indústria – Especialização em Gestão com áŠnfase em Empresas Industriais. A seleção dos candidatos acontece de 16 a 20 de fevereiro e as matículas serão feitas a partir do dia 21. As aulas começam em março.

O MBA Indústria é um programa oferecido pela Unindus, universidade corporativa mantida pelo Sistema Fiep, e foi elaborado com a participação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR). A coordenação operacional do curso é da Unindus e a validação acadêmica é feita pela PUC/PR.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.unindus.org.br.

Campanha troca de sacolas de plástico por algodão

A Associação Comercial do Paraná (ACP) e a Associação Paranaense de Supermercados (Apras) junto a mais de uma dúzia de entidades (desde órgãos do governo a associações comunitárias) promoverão no dia 15 de março o Pedágio Verde. Na ocasião, os consumidores poderão trocar 50 sacolas plásticas que são distribuídas em estabelecimentos comerciais por uma retornável, de algodão cru. Doze mil sacolas de algodão estarão á  disposição dos consumidores em oito hipermercados da capital paranaense, além de panificadoras e da sede da ACP.

A troca das sacolas de plástico por sacola retornável é mais uma ação que as entidades ligadas ao varejo estão fazendo para contribuir para conscientizar comerciantes e consumidores da necessidade de se proteger o meio ambiente. No Paraná, cerca de 80 milhões de sacolas são usadas por mês pelos consumidores do setor supermercadista. O Pedágio Verde é a primeira etapa de uma campanha que pretende estimular o uso das sacolas retornáveis e minimizar o uso das sacolas plásticas.

Paraná Banco constitui a primeira resseguradora privada do Brasil

O Paraná Banco acaba de constituir a primeira resseguradora de capital privado do Brasil. A J. Malucelli Resseguradora S/A, como está sendo denominada, focará suas atividades no mercado de seguro garantia e buscará as oportunidades da abertura do mercado de resseguros no Brasil.

A empresa nasce com um capital inicial de R$ 70 milhões, ou seja, 16% superior ao mínimo exigido conforme normas da Superintendência de Seguros Privados (Susep). A decisão do Paraná Banco de intensificar sua participação no mercado de seguros/resseguros deveu-se principalmente á  possibilidade de capturar as oportunidades com a abertura do mercado de resseguros e quebra do monopólio do IRB – Brasil Resseguros S/A neste setor. Ou seja, ao invés de se submeter á s reservas de mercado criadas na nova legislação do setor, passará a usufruir de tais reservas, na condição de ressegurador local.

Seguradora garantirá os prêmios

A J. Malucelli Resseguradora iniciará suas operações com a garantia de 100% dos prêmios de resseguros gerados pela J. Malucelli Seguradora, e que representam 50% do mercado de garantias do Brasil. A J. Malucelli Seguradora já pagou aos resseguradores com quem trabalha, ao longo dos últimos anos, R$ 470 milhões em prêmios de resseguro, que se traduziram em R$ 300 milhões de lucros para os resseguradores. Parte destes lucros a partir de agora serão retidos pela resseguradora do Paraná Banco, que pretende ainda manter parcerias com o IRB e com outros resseguradores internacionais.