Venda de carros deve movimentar R$ 5 milhões neste fim de semana

O V Liquida Assovepar, que começou nesta sexta-feira (9) e vai até domingo (11), no Pavilhão de Exposições do Parque Barigá¼i, deverá movimentar entre R$ 4,5 milhões e R$ 5 milhões com a venda de veículos semi-novos de várias marcas e modelos. Este valor representa um crescimento entre 10% e 15% das vendas em relação á s edições anteriores da feira de veículos.

Os lojistas estão animados e já contam com os R$ 3,3 bilhões que serão injetados na economia paranaense com o pagamento do 13º salário. 

Semi-novos chegam a custar 25% a menos

Os veículos semi-novos são hoje um bom atrativo para os consumidores que buscam um carro em perfeitas condições de uso e que custam de 15% a 25% mais barato que um novo, dependendo do modelo e marca.

O Liquida Assovepar contará com 50 revendedoras de veículos de Curitiba e Região. Através de uma parceria fechada com o Banco Itaú, os visitantes encontrarão taxas a partir de 0,99%, com prazo de até 72 meses e a primeira parcela para 90 dias. Entretanto, o consumidor deve ter consciência que ao comprar um veículo em seis anos estará pagando o mesmo valor, só de juros.

Dasa tem novo administrador

O administrador Edmar Miniacci é o novo gestor da Diagnósticos da América (Dasa) no Paraná, grupo formado na região pelos Laboratórios FrischmannAisengart e Curitiba Santa Casa, de Curitiba, e Laboratório álvaro, de Cascavel. O executivo está substituindo Milton Zymberg, que foi promovido a diretor de Medicina Diagnóstica para o Setor Privado.

Miniacci é formado em Administração de Empresas e Engenharia Química. Depois de trabalhar vários anos na indústria farmacêutica e no Grupo Ultra, antes de ingressar na Dasa  foi gerente da divisão de planejamento de mercado da Spaipa, em Curitiba.

Toyota Sulpar reestrutura setor de Seminovos

De olho no crescimento das vendas de veículos, a concessionária Toyota Sulpar, de Curitiba, está investindo na reestruturação de seu departamento de Seminovos. As
novidades são comandadas pelo executivo paulista Danilo Ribeiro, contratado há um ano pela Sulpar para integrar o time que comandou o processo de modernização e ampliação da concessionária.

A reestruturação começou há pouco mais de um mês. Segundo Danilo Ribeiro, o comprador do seminovo precisa dessa atenção especial, porque vai adquirir um carro que já teve outro proprietário. Portanto, o vendedor deve ter sensibilidade, e estar muito atento ao perfil do cliente.

Trocou Corrolla por Space Fox

Os novos procedimentos são visíveis no exemplo do empresário Marcos Costa, que esteve recentemente na Sulpar. Ele entrou na loja com a intenção inicial de trocar seu Mercedes Classe A por um Corolla novo. Tendo o perfil analisado, ao ser atendido, Costa foi direcionado para o setor de Seminovos, onde acabou adquirindo um Space Fox.

O empresário confessa que chegou na loja sem saber muito bem o que eu queria. Foi atraído pela promoção do Corolla zero, e queria trocar de carro.  A equipe de vendas soube interpretar sua real necessidade e hoje ele está satisfeito com a compra.