A pergunta fundamental

As reações do mercado de ações são conhecidamente intensas. Nos momentos de otimismo as bolsas sobem por qualquer suspiro mais positivo e nas horas de baixa parece não haver fundo do poço. Por isso, segundo explica o diretor da Petra Personal Trader Administração e Consultoria, Ricardo Binelli, não é o comportamento do mercado que deve balizar a tomada de decisão de comprar ou de vender ações. O alicerce desta decisão tem que ser encontrado nos fundamentos da economia.

Então, a pergunta que precisa de uma resposta é: Qual o poder que este problema com o crédito subprime americano tem de impactar negativamente a economia mundial?
De acordo com Binelli, o crédito subprime corresponde a aproximadamente 15% do crédito imobiliário americano e a inadimplência que tem sido divulgada está na casa de 14% deste montante. Pelos números do primeiro trimestre, esta inadimplência soma aproximadamente US$ 200 bilhões. Apesar de ser uma cifra que chama a atenção, o valor é insuficiente para comprometer o desempenho econômico mundial.

O subprime e a inadimplência

Os efeitos dos problemas com o subprime não se limitarão apenas á  inadimplência, alerta o diretor da Petra Personal Trader Administração e Consultoria. Na sua opinião, provavelmente existirão ramificações tanto no consumo das famílias como no sistema de crédito, que em um primeiro momento, seguirá com liquidez reduzida e exiências maiores para a concessão de empréstimos.

Ainda assim, mesmo incorporando essas variáveis ao cenário, uma deterioração substantiva das projeções para o crescimento econômico mundial não se mostra como a situação mais provável, acredita Ricardo Binelli.

Como agir diante da crise

Mesmo com a queda brutal das bolsas de valores nas últimas semanas, a Petra Personal Trader Administração e Consultoria continua apostando que o índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) fechará 2007 acima dos 60 mil pontos. Nossa atuação nesse momento é no sentido de adequar a nossa carteira de forma a privilegiar o investimento em empresas cujos resultados dependam mais da economia doméstica do que da internacional”, justifica Binelli.

Gerenciamento gratuito para microempresários

Os empresários das micro e pequenas empresas já contam com uma nova ferramenta de gerenciamento empresarial. Trata-se do Sistema Integrado de Gestão Empresarial. O sistema foi criado pelo Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação  em parceria com o Sebrae no Paraná e o Parque Tecnológico de Itaipu.O Sige, que é a sigla pelo qual será conhecido, integra os dados de finanças, contabilidade e recursos humanos em um único sistema. Também une as informações gerenciais e de apoio para tomada de decisões.
Para usufruir gratuitamente do programa, o micro e pequeno empresário poderá baixá-lo no computador através do site www.itai.org.br.

Bolsa: não há razão para pá¢nico

Não há motivo para pá¢nico. A exemplo de ano anteriores, a bolsa brasileira certamente encerrará 2007, com números favoráveis”. A afirmação é do diretor da Petra Corretora, Ricardo Binelli, depois que o índice da Bolsa de Valores de São Paulo chegou a cair 9% no início da tarde.
Ricardo Binelli, lembra que este filme já foi visto no passado, e depois da Bovespa registrar quedas acentuadas em alguns peíodos, acabou fechando com altas consideráveis nos últimos três anos.

Entre janeiro e abril de 2004, o Ibovespa caiu 25%, mas encerrou o ano com valorização de 18%. Entre março e maio de 2005, o índice Bovespa teve queda de 18%, mas terminou o ano com alta de 27%. Em 2006, depois de cair 23% entre maio e junho, o Ibovespa acabou o ano com elevação de 33%.