You are here
Home > Sem categoria > Um exemplo de superação

Um exemplo de superação

A gestão de uma empresa está, na maioria das vezes, diretamente relacionada ao desempenho de seu CEO e sua capacidade de gerir a equipe de colaboradores. Mas, o que acontece quando a figura de comando principal da organização é subitamente obrigada a se afastar de suas funções? Este desafio foi experimentado com sucesso pela GPS, empresa de gestão empresarial que comanda as operações da Bretzke e da Sasse, duas tradicionais indústrias de alimentos de Jaraguá do Sul (SC).

Na noite do dia 8 de outubro de 2007, o CEO da empresa, Guido Bretzke (foto), participava de um coquetel em um seminário de práticas de gestão em Nova Lima (MG) quando foi atingido acidentalmente no rosto pelas chamas de um recipiente de álcool. No momento do acidente, a sua primeira preocupação foi com a sua agenda de trabalho, pois não podia se dar ao luxo de ausentar das suas funções. 

Levado as pressas para o hospital, ele ficou internado durante 15 dias, além de passar por um intenso tratamento de recuperação das graves queimaduras que atingiram 15% de seu corpo. Ao todo, o acidente deixou o empresário afastado por 30 dias da rotina diária da empresa e o fez rever toda a sua perspectiva em relação ao trabalho e a vida pessoal.

Ao longo deste peíodo, a GPS soube superar o drama pessoal de seu comandante graças a um sistema de gestão descentralizado, onde todos sabiam exatamente quais eram as suas responsabilidades: Meu estilo de gestão sempre foi caracterizado pela delegação de poderes e como sempre tivemos metas claras, a equipe soube se posicionar para que a empresa não sofresse nenhum dano maior”, afirma.

Passado o susto inicial, em que se chegou a temer pela vida de Guido, a equipe da GPS soube extrair aspectos positivos da experiência. Hoje, plenamente recuperado e de volta á s suas funções, a sua experiência pessoal é vista como um exemplo de vida que se aplica ao dia-a-dia da empresa.

O gerente nacional de vendas da GPS, Elias Muller, procurou reduzir a sua agenda de viagens para estar mais tempo na sede da empresa no peíodo em que Guido esteve afastado, e ressalta a relação de confiança que o empresário sempre estabeleceu com sua equipe.

O otimismo e a perseverança são caracteísticas da personalidade de Guido, que já o haviam ajudado a enfrentar e superar outras adversidades. Assim, a força que ele teve para contornar as dificuldades financeiras da Bretzke quando assumiu a empresa no início dos anos 2000, a disciplina que o fez correr as últimas cinco edições da Corrida de São Silvestre, somadas a sua desenvolvida fé religiosa, o fazem acreditar que ele estava física e espiritualmente preparado para enfrentar este novo desafio: O acidente me ensinou muitas coisas que talvez levasse anos para aprender”, atesta.

Na GPS todos são uná¢nimes em afirmar que a empresa saiu fortalecida com o acidente de seu presidente e sua fantástica recuperação. Seu exemplo de superação ajudou a reforçar em toda a equipe a necessidade de se valorizar as coisas simples da vida, numa abordagem positiva das dificuldades, sejam elas profissionais ou de caráter pessoal.

Neste contexto, surge a premissa de que é preciso saber dosar as atividades. Por coincidência, no dia do acidente, Guido assistira a uma palestra do sociólogo italiano Domenico de Masi sobre o á“cio Criativo”. Passado o acidente, hoje ele aprendeu a valorizar mais o seu tempo e a não se sentir um escravo do trabalho: Aprendi que os problemas do mundo não precisam e nem podem ser resolvidos todos de uma vez. Podemos fazer uma coisa de cada vez e com muita intensidade, desde que bem planejado e com prioridades bem definidas”, acredita.

Entre as questões que ele se dedica a resolver atualmente está o índice alarmante de acidentes domésticos, que atingem especialmente as crianças. Foi na sua relação com o cirurgião plástico Carlos Eduardo Leão, chefe do Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados da Rede FHEMIG, que Guido tomou consciência da extensão do assunto e comprometeu-se a tomar atitudes concretas para a conscientização sobre os perigos das queimaduras. 

Recentemente, Guido e Leão – com a ajuda de parceiros como Mauício de Souza, Aécio Neves e as empresas Marisol e Posigraf participaram da elaboração de uma cartilha para a prevenção de acidentes domésticos com os personagens da Turma da Mônica, que está sendo distribuída em escolas estaduais de Minas Gerais – foi o primeiro passo rumo á  criação de um instituto que irá reunir diversos agentes da sociedade no intuito de tornar a prevenção de acidentes uma disciplina obrigatória no curículo escolar.

Dentro da GPS, Guido também busca ampliar ainda mais a qualidade de vida de sua equipe, com a recente criação de um projeto de preparação para os colaboradores interessados em participar da próxima Corrida de São Silvestre. Ações que ajudam a disseminar a filosofia do empresário em todas as esferas de relacionamento: Já não separo mais o pessoal do profissional, para mim, tudo é vida. Assim, devemos ter prazer em tudo, transformando trabalho em lazer e lazer em trabalho”, acredita Guido. 

Deixe uma resposta

Top