You are here
Home > Sem categoria > Opiniões se dividem sobre os reflexos da crise no setor de TI

Opiniões se dividem sobre os reflexos da crise no setor de TI

A crise financeira global vem atingido vários segmentos da economia. No setor da Tecnologia da Informação (TI), as opiniões se dividem quando são analisados os reflexos dessa crise. Segundo a Federação das Indústrias de São Paulo (FIESP), o setor de equipamentos de informática liderou as demissões em dezembro de 2008 no Estado, atingindo 29,5%. Na semana passada a Intel, multinacional de computadores, divulgou uma reestruturação nas fábricas que atingirá entre cinco e seis mil funcionários. As cinco mil demissões anunciadas pela Microsoft, também na última semana, deixaram o clima ainda mais tenso, dado o percentual de 11% de queda na receita líquida da empresa no último trimestre.

De acordo com o diretor de negócios da ESAT, Sidney de Castilho Drobnievsky, apesar deste contexto agitado, ao analisar outros aspectos percebem-se dados mais otimistas. De acordo com a própria Microsoft, a receita bruta da empresa cresceu 2% no último trimestre e, segundo comunicado da própria companhia, as demissões não atingirão o Brasil. Outros dados confirmam esta situação. O Google teve, no quarto trimestre de 2008, uma receita de U$S 5,7 bilhões, valor que indica um largo crescimento de 18% em relação ao mesmo peíodo de 2007. De acordo com especialistas do mercado o cenário de grande turbulência não deve atingir a TI no Brasil, pelo menos neste primeiro semestre. O movimento que se vê hoje é o contrário. Nós continuamos contratando profissionais qualificados e especializados, que ainda são raros no setor”, destaca Drobnievsky.

A Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) e a Aência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) anunciaram na semana passada um investimento de R$14 milhões em TI no país. O objetivo é fortalecer a imagem do Brasil como exportador de serviços neste setor.

Para o diretor da ESAT, outro ponto que deve ser levado em consideração é o benefício que as soluções de TI levam para as empresas. Ferramentas como o CRM (relacionamento com o cliente) e o BI (inteliência de dados) crescem a cada ano, pois hoje as empresas precisam conhecer e manter o cliente. Para isso é necessário possuir um banco de dados atualizado e eficiente, bem como relações próximas e eficazes com o cliente. E tudo isso as soluções de TI oferecem.

Deixe uma resposta

Top