You are here
Home > Sem categoria > Exportações do agronegócio batem recorde em dezembro

Exportações do agronegócio batem recorde em dezembro

Os resultados da balança comercial do agronegócio em dezembro de 2009 foram os melhores da série histórica nesse mês. As exportações do agronegócio totalizaram US$ 4,981 bilhões, o que representou crescimento de 4,4% em relação ao mesmo peíodo do ano anterior. As importações foram 13,2% superiores em relação a 2008, alcançando valor de US$ 1,005 bilhão. A balança comercial do agronegócio registrou um superávit de US$ 3,975 bilhões.

O setor de carnes liderou as vendas externas do agronegócio no último mês, com exportações de US$ 1,072 bilhão, o que significou aumento de 22,8%, em relação ao mesmo mês do ano anterior. በo segundo mês consecutivo em que as exportações de carnes apresentam variação positiva no ano de 2009. Esse desempenho positivo deve-se ao forte incremento da quantidade exportada de carnes in natura bovina, suína e de frango. No caso da carne de frango in natura, houve crescimento de 28,5% no valor exportado, determinado por aumento de 19,4% na quantidade exportada, com preços 7,6% superiores. As exportações de carne suína in natura apresentaram incremento de 34,2% na quantidade embarcada, com preços 9,4% inferiores, o que resultou em aumento de 21,6% no valor exportado. As exportações de carne bovina in natura apresentaram crescimento de 26,8% na quantidade embarcada, com preços 4,3% superiores, o que resultou em aumento do valor exportado de 32,2%.

A balança comercial do agronegócio brasileiro, em 2009, apresentou bons resultados, levando em consideração a crise financeira mundial. As exportações de produtos agropecuários em volume, praticamente, se mantiveram estáveis, na comparação com as vendas internacionais recordes de 2008, com queda de apenas 0,4%. Com a retração dos preços, o valor das exportações reduziu 9,8%, em relação ao ano anterior, alcançando a cifra de US$ 64,7 bilhões. As importações de produtos agropecuários diminuíram 16,9%, caindo de US$ 11,8 bilhões, em 2008, para US$ 9,8 bilhões, no ano passado. O superávit da balança comercial do agronegócio ficou em US$ 54, 9 bilhões.

A diminuição das exportações agropecuárias foi menor que a dos demais produtos exportados pelo Brasil, que apresentaram queda de 30%, com isso, a participação do agronegócio nas exportações totais brasileiras aumentou de 36,3% em 2008 para 42,5% em 2009.

O complexo soja continuou liderando o ranking de setores exportadores do agronegócio, representando 26% das exportações do setor em 2009, seguido pelo setor de carnes, que foi responsável por 18% das vendas externas do agronegócio. O complexo sucroalcooleiro respondeu por 15%. Considerando o desempenho por setores, o complexo soja apresentou redução de 4,1% do valor exportado (de US$ 17,98 bilhões para US$ 17,24 bilhões), resultado da variação negativa dos preços com variação positiva na quantidade exportada. Os valores exportados de soja em grãos e de farelo de soja cresceram 4,3% e 5,2%, respectivamente. O volume exportado de soja em grãos foi 16,6% maior (de 24,5 milhões de toneladas para 28,5 milhões de toneladas). Para o farelo de soja, a quantidade manteve-se praticamente a mesma de 2008 (-0,3%), de 12,28 milhões de toneladas para 12,25 milhões de toneladas. As receitas de exportações de óleo de soja apresentaram queda de 53,8% (de US$ 2,7 bilhões para US$ 1,2 bilhão), resultado tanto de queda nos preços (-32,9%) quanto de quantidade (-31,2%).

Deixe uma resposta

Top