Rotas Estratégicas aproxima pesquisa acadêmica das indústrias

Aproximar a pesquisa acadêmica da indústria e desenvolver novas técnicas de trabalho. Este é o objetivo do projeto Rotas Estratégicas, coordenado pelo sistema Fiep em parceria com a UFPR. Os encontros trimestrais realizados por empresários do Paraná traçam mapas dos caminhos que devem ser percorridos para um futuro industrial sustentável no Estado. Focamos na apresentação de tecnologias chave para o setor. Trazemos especialistas de centros de pesquisa para apresentar suas experiências de sucesso também possibilitamos o diálogo dos pesquisadores com os industriais a fim de estreitar as relações das empresas entre si e entre as universidades”, explica Felipe Rodrigues, um dos coordenadores do projeto.

Para formular e implementar as estratégias de crescimento os empresários e pesquisadores adotaram um método de trabalho distinto: o chamado roadmapping. São mapas estratégicos que trazem as rotas planejadas para o desenvolvimento do setor. Estas estratégias são construídas por grupos de especialistas, formados por representantes do poder público, empresas e associações empresariais, instituições de ensino e centros de pesquisa e terceiro setor.

Ao todo, são 12 setores portadores de futuro no Paraná: agroalimentar, biotecnologia agícola e florestal, biotecnologia animal, energia, meio ambiente, metalmecá¢nica, microtecnologia, papel e celulose, plástico, produtos de consumo, turismo e saúde. Participamos junto com a Fiep nas definições para o setor metalmecá¢nica há um ano e isso é muito importante para a Trivisan, pois conseguimos uma fonte adicional de idéias e soluções para as ações de inovação que a empresa aplica. O programa, alinhado com as diretrizes da Trivisan, une a força de pesquisa da universidade á  realidade de produção do mercado”, conta o diretor da Metalgráfica Trivisan, Clésio Woehl.

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *