Mulheres da classe C têm maior autonomia socioeconômica

Há um bom tempo as mulheres aparecem com destaque na economia doméstica e continuam ocupando mais espaço na liderança do orçamento familiar. Pesquisa realizada pelo Ibope juntamente com o Target Group Index, mostra que entre as classes econômicas, as mulheres que pertencem á  classe C são as que centralizam mais as decisões da família.

A pesquisa constatou também que as mulheres da classe C exercem mais responsabilidade sobre a família. Portanto, elas têm mais autonomia socioeconômica e, consequentemente, de consumo. Ao todo, considerando a classe C1, 31% das mulheres são chefes de família. Entre as que pertencem á  classe C2, o percentual sobe para 32%.

De acordo com a pesquisa, a classe C é uma das que mais cresce no País e já representa praticamente 50% da população com renda entre R$ 600 e R$ 2.099. Esse segmento é dividido em dois grupos, o C1 e o C2. O primeiro se identifica mais com a classe B, ao passo que a C2 tende mais aos índices das classes D e E. Para a pesquisa, o Ibope Mídia e o Target Group Index realizaram 20 mil entrevistas.

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *