Ações da TIM despencam

As ações da TIM Participações (TIMP3) registraram forte queda de 5,82% nesta segunda-feira (5), fechando aos R$ 8,90 e segunda maior queda do Ibovespa, que por sua vez recuou 2,71% na sessão. Essa queda reflete não apenas o dia ruim para o mercado, mas como um rumor de uma possível oferta de ações pela sua controladora, Telecom Italia. Os papéis chegaram a apresentar queda de 6,67%  no intraday, quando eram negociados a R$ 8,82, maior oscilação negativa dentre os principais índices da bolsa brasileira. Contudo, as ações da mineradora MMX Mineração (MMXM3) fecharam em queda de 6,23%, garantindo para si o posto de maior queda do Ibovespa.

De acordo com informações do portal Infomoney, a trajetória negativa ocorre em meio a especulações sobre uma oferta de ações da companhia, uma vez que o jornal Valor Econômico noticiou que a controladora Telecom Italia planeja uma oferta de ações secundária, em uma operação que poderia movimentar de R$ 2 bilhões a R$ 3 bilhões. Apesar de ressaltar que a decisão não está concluída, a publicação revela que já existem bancos contratados para a oferta de ações, ao passo que, apesar da venda, a Telecom Italia deverá manter a posição de controle.

A TIM Participações negou tal operação. A companhia entrou em contato com a sua controladora indireta, a Telecom Italia S.p.A., tendo sido por ela informada de que a Telecom Itália não planeja vender qualquer parcela de sua participação direta na TIM Brasil ou indireta na companhia e nem mesmo trabalha com uma hipótese do ênero.

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *