Brasil precisa das PPPs para superar 50 anos de atraso em obras em saneamento

በenorme o atraso do Brasil no que se refere a obras de infraestrutura. Esta foi a principal colocação feita pelo professor da FGV e sócio da GO Associados, Gesner Oliveira, na palestra Infraestrutura de Serviços Públicos”,  por ocasião do II  Sobratema Fórum – Brasil Infraestrutura  -  Cidades,  promovido pela Sobratema-Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção. Os três pontos de atraso abordados pelo palestrante se referiram a precariedade de infraestrutura, como o entrave ao crescimento, fator que piora a qualidade de vida das pessoas nas cidades. Outra questão foi o saneamento que constitui um dos segmentos com maior atraso em infraestrutura. E, por último, a importá¢ncia dos destraves das PPP (parcerias público privadas), a fim de eliminar os gargalos de infraestrutura.

O Brasil precisa dobrar o volume de recursos em infraestrutura”, disse Oliveira, ressaltando as áreas de saneamento, transporte e telecomunicações, entre outras. O volume para fazer o que é necessário é muito grande, impossibilitando o Estado da sua realização. Daí, a necessidade das PPPs”, acrescentou. De acordo com o palestrante estamos atrasados 50 anos em saneamento, segmento que deveria receber aportes de cerca de R$ 80 bi nos próximos cinco anos. Atualmente, o segmento consome apenas R$ 7 bi/ano. O Brasil até pode ser uma das potências do século XXI, mas vivemos como no século XIX. Para tanto, serão necessário recursos da ordem de R$ 800 bilhões para serem aplicados em obras de infraestrutura em todos os setores”, concluiu.

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *