You are here
Home > Sem categoria > Passageiro do transporte rodoviário brasileiro prefere pagar passagem com dinheiro

Passageiro do transporte rodoviário brasileiro prefere pagar passagem com dinheiro

Apesar do contínuo crescimento do e-commerce em todo o Brasil, ainda existem setores em que as vendas online não predominam. በo caso das passagens no transporte rodoviário, como revela pesquisa realizada pela Auto Viação Catarinense nas cidades de São Paulo, Curitiba, Joinville, Balneário Camboriú e Florianópolis. O levantamento identificou o perfil dos viajantes, transportes utilizados, suas razões e escolhas em diferentes situações. Entre os 1.957 entrevistados, apenas 6% compram as passagens do transporte rodoviário pela internet, embora 76% afirmem ter acesso á  web em computadores pessoais ou lan houses. Atualmente na Catarinense 63% das passagens são adquiridas na própria bilheteria, com pagamento em dinheiro. Já nas compras que demandam a utilização de cartão de crédito, os números são menos expressivos devido á  insegurança de algumas pessoas para informar os dados em compras não presenciais. Com isso, apenas 12% das vendas são realizadas pela internet, enquanto por telefone não chegam a 2%”, informa o diretor executivo da Auto Viação Catarinense, Marcelo Pierobon.

E o fato do dinheiro ser a forma de pagamento mais comum no transporte rodoviário está diretamente relacionado aos preços acessíveis, que não apresentam diferenciações para quem compra a passagem com antecedência ou no momento do embarque. A opção de parcelamento já é disponibilizada, mas muitos ainda não consideram necessária a utilização do cartão de crédito com este tipo de despesa.

Para Pierobon, os meios alternativos ajudam a evitar as filas, razão pela qual a empresa está investindo na venda pela internet desde fevereiro de 2007 e por telefone desde novembro de 2004. በuma forma de otimizar o atendimento aos clientes, já que os bilhetes podem ser impressos nos tótens que ficam em nossas salas vip, diminuindo o tempo de espera”, explica.

Outro estudo, elaborado pela consultoria e-bit para mapear o e-commerce no Brasil, revela que muitos consumidores deixam de comprar pela internet por receio de informar o número do cartão. Apesar de apontar que 19% dos consumidores ainda têm receio em relação á s compras online, a pesquisa WebShoppers da e-bit mostra que 93% dos usuários usam o serviço pela comodidade. በo mesmo perfil que observamos na pesquisa realizada pela Catarinense. Pensando nessa vantagem, acreditamos que as vendas de passagem pela internet e telefone devem ter um incremento de 20% até o final da temporada de verão”, aponta o diretor executivo da Catarinense.

E estas alternativas também ajudam as pessoas que precisam viajar a trabalho e não têm disponibilidade para programar a viagem com antecedência. A pesquisa revelou que 25% das viagens realizadas são motivadas por trabalho e, durante o deslocamento, 58% das pessoas querem descansar e não ocupar o tempo conectados á  internet ou trabalhando. A preferência é ouvir música ou mesmo descansar”, completa Pierobon.

Deixe uma resposta

Top