Crescem os investimentos em franquias de escolas de idiomas

As franquias de escolas idiomas não têm do que se queixar. Muito pelo contrário: o número de alunos e, consequentemente, o faturamento, caminham a passos largos.  No ano passado, por exemplo, estas franquias faturaram nada menos do que R$ 3 bilhões, segundo dados da  Associação Brasileira de Franchising.

Em todo o Brasil existem hoje mais 6 mil escolas de idiomas fraqueadas de 73 marcas. E o segmento tem possibilidade de expansão, motivado principalmente pelos eventos que acontecerão no País nos próximos anos, como a Copa do Mundo, em 2014 e a Olimpíada, em 2016. Também tem contribuído para o crescimento dos negócios, a ascensão da classe C, que tem buscado se qualificar cada vez mais em busca de melhores posições no mercado de trabalho.

Os preços de uma franquia de idiomas variam bastante. Eu fiz uma pesquisa e verifiquei que a mais cara é da CCAA, cujo investimento inicial vai de R$ 217 mil a R$ 368 mil. Nesse valor estão incluídos a taxa de franquia, o capital para instalação e mais o capital de giro. O faturamento médio mensal previsto é de R$ 39 mil e o retorno do investimento  é de no máximo 36 meses. A franquia mais barata entre as grandes escolas do setor  pertence ao Instituto Brasileiro de Línguas, com um custo entre R$ 33 mil e R$ 50 mil. O faturamento mensal prometido é de R$ 40 mil.

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *