Correios e EPL terão parceria para desenvolver setor logístico

Os Correios e a Empresa de Planejamento e Logística (EPL) serão parceiras para o desenvolvimento e a superação dos desafios e gargalos do setor logístico no Brasil. A definição ocorreu em reunião na terça-feira (27), entre o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, o presidente da EPL, Bernardo Figueiredo, e o vice-presidente de Negócios dos Correios, José Furian Filho.

Os Correios, como empresa de logística integrada — atuação aprovada com a sanção da lei 12.490/11 — pretendem ter papel indutor no desenvolvimento de empresas e negócios, por meio de plataformas logísticas que terão papel complementar aos modais de transporte projetados pela EPL.

Como resultado do encontro entre os representantes das empresas, será assinado um termo de cooperação com objetivo de desenvolver atuações conjuntas. Uma das ações, por exemplo, é a parceria para viabilizar pesquisas que ofereçam um conhecimento mais aprofundado sobre as demandas logísticas do País — inclusive no modal ferroviário, bem como para identificar localidades onde podem ser instaladas novas plataformas logísticas.

Para o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, a parceria entre Correios e EPL resultará no incremento do papel de integrador nacional que a ECT desempenha e irá beneficiar toda a sociedade. O contínuo desenvolvimento da infraestrutura e da logística do País é uma ação fundamental para que os Correios possam desempenhar com eficiência cada vez maior a missão de interligar todos os dias os cidadãos e as empresas do Brasil”, afirmou. A EPL quer fazer com os Correios uma parceria para estudar alternativas logísticas para inserir a ferrovia no mercado de cargas de alto valor agregado”, disse o presidente da EPL, Bernardo Figueiredo.

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *