Empresa italiana pode se instalar no Paraná

grupo-cellini-foto-gilson-abreu.jpgDiretores do grupo italiano Cellini, que desenvolve tecnologias para geração de energia renovável, visitaram nesta segunda-feira (3) a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). A empresa estuda a possibilidade de instalação de uma unidade no Brasil, e o estado é um dos cotados para receber o empreendimento. Representantes do governo estadual também participaram do encontro.

O presidente do grupo, Stefano Ciacci, e o responsável pela divisão de energia, Filippo Meucci, foram recebidos pelo consultor da Fiep para o setor energético, Ramiro Wahrhaftig. Ciacci e Meucci explicaram que a empresa pretende instalar uma unidade no Brasil para montagem de painéis fotovoltaicos e execução de projetos para instalação de usinas de geração de energia por meio de biomassa.

Fundado em 1978, o grupo Cellini funciona como uma espécie de cooperativa, em que cada colaborador é também sócio da empresa. Atualmente, além de atuar em seu país de origem, o grupo já conta com uma unidade na áfrica do Sul. Durante o encontro, os representantes da empresa conheceram a atuação do Sistema Fiep no apoio á  atividade industrial no Paraná. Também tiveram contato com técnicos do Centro Internacional de Negócios da Fiep (CIN-PR), responsável pelas relações internacionais da Federação. Já o coordenador de promoção industrial e comercial da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Mauro Corbellini, apresentou o programa Paraná Competitivo, que oferece benefícios fiscais a empresas que querem se instalar no estado.

Também participaram do encontro representantes do programa Smart Energy Paraná, desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), em parceria com a Fiep, que tem o objetivo de estimular e desenvolver competências no Paraná para criação de redes inteligentes e geração distribuída de energias renováveis. Nesta terça (4), a Fiep sedia um workshop sobre o programa.

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *