Movimentação de cargas nos portos paranaenses registra alta de 8%

porto-de-paranagua-graneis.JPGDe janeiro a novembro deste ano, os portos de Paranaguá e Antonina já movimentaram 41,6 milhões de toneladas de carga. O volume é 8% maior que o registrado em 2011, com 38,5 milhões, no mesmo peíodo. Já tendo superado, em 600 mil toneladas, o recorde histórico do ano passado, a meta da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) é passar de 43 milhões de toneladas em 2012. A alta na movimentação foi registrada em todos os segmentos: carga geral, granéis líquidos e granéis sólidos. Este ano quebramos o nosso recorde bem mais cedo do que esperávamos. Mesmo com os obstáculos que aparecem ao longo do curso, esperamos movimentar pelo menos mais de dois milhões de toneladas este mês, passando de 43 milhões este ano”, afirma o diretor empresarial da Appa, Lourenço Fregonese.

O maior aumento registrado foi de 17%, na movimentação dos granéis líquidos. De janeiro a novembro, foram mais de 4,5 milhões de toneladas. No mesmo peíodo, em 2011, foram 3,9 milhões. O total de granéis sólidos movimentados pelos portos paranaenses, nos onze meses deste ano, foi de mais de 29,6 milhões de toneladas. O volume é 9% maior que o registrado no ano passado, com 27,2 milhões de toneladas movimentadas de janeiro a novembro.

O volume de carga geral movimentado foi apenas 1% maior. Este ano, foram mais de 6,9 milhões de toneladas movimentadas nesses 11 meses. Em 2011, no mesmo peíodo, foram 6,8 milhões. Dos 41,6 milhões movimentados, 26,9 milhões representam o total da exportação que, este ano de janeiro a novembro, foi 12% maior que o peíodo de 2011, com pouco mais de 24 milhões.

O principal destaque, entre os produtos exportados pelo Porto de Paranaguá, é o milho. A movimentação do grão, este ano, foi 98% maior que a registrada no ano passado. Nos últimos onze meses, foram mais de 4,5 milhões de toneladas de milho exportadas. No mesmo peíodo, em 2011, foram 2,3 milhões. O farelo de soja também se destaca na exportação. Este ano, de janeiro a novembro, foram mais de 4,9 milhões de toneladas. O volume é 20% maior que o registrado nos onzes meses do ano passado, com 4,1 milhões. A movimentação do açúcar também registrou alta. Este ano, com quase 4,7 milhões de toneladas, a exportação do produto foi 4% maior que a registrada em 2011, com 4,5 milhões. O volume de soja movimentado este ano está praticamente igual. De janeiro a novembro foram quase 6,7 milhões de toneladas.

O total importado pelos portos paranaenses, de janeiro a novembro também foi maior este ano: 2%. Em 2012, foram 14,2 milhões de toneladas de cargas importadas. No ano passado, foram 13,9 milhões.  O que puxou este aumento foi, principalmente, as importações de granéis líquidos – derivados de petróleo – e os contêineres. A importação de carga conteinerizada, pelo Porto de Paranaguá, registrou alta de 13% este ano, nos onze primeiros meses. Em 2011, foram 311,2 mil unidades (TEUs). Este ano, 351,6 mil. A exportação de contêineres também aumentou. Em 2012, com 331,8 mil TEUs exportados, a quantidade foi 5% maior que a registrada no ano passado, 314,8 mil.

Considerando apenas a movimentação do Porto de Antonina, o volume, este ano, está 4% maior. Os produtos movimentados este ano foram fertilizante (mais de um milhão de toneladas), açúcar (mais de 82 mil toneladas), trigo (quase 27 mil toneladas) e equipamentos (um total de 265 toneladas).

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *