You are here
Home > Sem categoria > Cinesystem anuncia investimento da Stratus e prepara abertura de capital

Cinesystem anuncia investimento da Stratus e prepara abertura de capital

CinesystemA Rede Cinesystem Cinemas, empresa que opera mais de 100 salas de exibição de cinema em todo o Brasil, anunciou hoje o fechamento do investimento do Grupo Stratus – empresa brasileira de private equity com foco no middle-market – e também da gestora de fundos Hamilton Lane, dando sequência a ambicioso plano de crescimento e ao processo de abertura de capital.

A transação, contratada em 2012, prevê investimentos de R$ 350 milhões em cinco anos, para que a empresa consolide sua posição no grupo dos cinco maiores exibidores do País, com o total em torno de 350 salas de exibição. O aporte inicial de R$ 40 milhões resultará na implantação de um modelo de governança nos padrões do mercado de capitais, com os empreendedores alinhados aos investidores em modelo de controle compartilhado. O Fundo Stratus passa a deter 42% do capital da empresa, que terá a holding Agroup, liderada por Marcos Barros, na posição de maior acionista individual.

Fundada em 2003 por Marcos Barros, CEO da empresa, a Cinesystem é sediada em Maringá (PR), opera 106 salas em oito estados, do Maranhão ao Rio Grande do Sul, e tem crescido principalmente em cidades de médio porte. Competindo com empresas multinacionais, a Cinesystem é pioneira em avanços tecnológicos do setor, como a implantação do autosserviço, a digitalização das salas de exibição e o sistema de som Dolby® Atmos™.

O setor de exibição passa por um estágio muito positivo no mundo todo e no Brasil em particular, reafirmando posição de destaque entre as opções audiovisuais. As salas de cinema têm acompanhado a expansão já ocorrida no setor de shopping centers, além de trazer inovações tecnológicas que têm tornado a experiência do públicomais interessante e ampliado a demanda.  A despeito disso, o número de salas de exibição no Brasil está ainda muito aquém do potencial, mesmo comparando com outros países emergentes e os principais países da América Latina.

“Mais de 90% das cidades brasileiras não têm telas de cinema. O Brasil conta com número próximo de 90 mil habitantes por sala, indicando penetração muito baixa em relação ao México e Argentina, que têm, respectivamente, menos de 30 mil ede 40mil habitantes por sala”, destaca Eduardo Oliveira, sócio da Stratus. “Analisamos este mercado por três anos, interagimos com várias empresas no Brasil e no exterior e ficamos impressionados com o plano da Cinesystem, pelo fato da empresa ser muito organizada e contar com equipe profissionalizada e competente”, acrescenta Oliveira

Marcos Barros conta que a Cinesystem vinha crescendo a partir de uma estrutura inicial de várias empresas independentes, com uma pequena estrutura de serviços centralizada, e funcionou assim até 2012 e parte de 2013. “Gradativamente consolidamos essa estrutura e, chegamos recentemente à configuração compatível com a entrada de um fundo e a abertura de capital. Passamos de 63 salas em 2011, para 80 em 2012, chegandoaté as 106 atuais. A previsão é termos 150 salas até o final de 2014, com aproximadamente 7,5 milhões de ingressos”, afirma.

Segundo o CEO da Cinesystem, o momento é de estruturar a governança e a base de capital para seguir crescendo de forma sustentável. “Contratamos com a Stratus em 2012 e vimos preparando os passos para o fechamento. Agora a Cinesystem quer ser a primeira empresa brasileira do setor com ações na BM&F/BOVESPA e liderar o crescimento do mercado, contando com o apoio da Stratus e do Hamilton Lane”, conclui Barros.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top