You are here
Home > Negócios > Está na hora de traçar metas para os negócios em 2019

Está na hora de traçar metas para os negócios em 2019

Embora as últimas semanas do ano sejam de muito movimento, principalmente nas empresas ligadas ao comércio varejista, este também é o período ideal para que os empresários parem para analisar tudo o que aconteceu ao longo dos últimos 12 meses, coloquem as ações na balança, avaliem as conquistas e perdas e definam as metas para o seu negócio em 2019.

Porém, antes de tudo é importante que os empresários tenham em mente do que realmente é uma meta, que nada mais é do que uma forma que junto com o prazo e quantidade vai ajudar a chegar a um objetivo. Ou seja, a meta está totalmente vinculada ao planejamento do negócio e deve ser viável. É claro que todos os empresários têm como meta aumentar o faturamento em 100%. Porém, quando for fixar metas para o seu negócio, o empresário deve, no mínimo, se fazer duas perguntas: Esse crescimento é possível no prazo estabelecido? E existe mercado para isso?

Antes de traçar metas, é preciso analisar qual é a situação do negócio. Nesse momento, vale fazer um panorama das ações realizadas pela empresa na busca pelo crescimento e avaliar os resultados que foram alcançados. Além disso, para desenvolver o plano com êxito, é importante compreender quais são os pontos fortes e fracos do empreendimento.

Depois de compreender a situação atual da empresa, é hora então de estipular as metas a serem alcançadas. Para isso, o empresário deve visualizar o cenário que deseja para o empreendimento em determinado período, seja ele no curto, médio ou longo prazo. Fazendo isso, é possível ter uma ideia clara do caminho a ser percorrido.

O próximo passo consiste em planejar medidas estratégicas para chegar aos objetivos. Quando a equipe designada para a elaboração do plano de metas estiver nessa etapa, é essencial pensar em ações que estão ao alcance da empresa, levando em conta o orçamento disponível. É importante também que seja estipulado o prazo para colocá-las em prática. Sem um cronograma é difícil visualizar a execução das metas e até estabelecer novas estratégias, caso as coisas não saiam como o planejado.

Por fim, é essencial que os empresários definam de que forma as metas serão executadas, quais os custos envolvidos e determinem um responsável por monitorar e promover o cumprimento dos objetivos.
Definindo critérios, fica mais fácil acompanhar o processo e fazer com que o planejamento tenha sucesso.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top